Dirigente do Bahia protesta após erro de arbitragem: 'Precisamos nos alinhar com quem, votar pelo quê?'

Copa do Nordeste
28.04.2017, 09:33:00

Dirigente do Bahia protesta após erro de arbitragem: 'Precisamos nos alinhar com quem, votar pelo quê?'

Expulsão de Gustavo aos 19 minutos e outras decisões do árbitro revoltaram o vice-presidente Pedro Henriques no Ba-Vi disputado no Barradão

O pós-jogo no Barradão foi de muito protesto por parte da diretoria do Bahia, que reclamou da atuação do árbitro potiguar Caio Max Augusto Vieira no Ba-Vi vencido pelo Vitória por 2x1, na noite de quinta-feira (27), jogo de ida da semifinal da Copa do Nordeste. O vice-presidente tricolor, Pedro Henriques, contestou duramente as entidades organizadoras da competição. “A gente precisa se alinhar com quem, votar pelo quê? Parem de prejudicar o Esporte Clube Bahia”.

O motivo principal da revolta foi a expulsão do atacante Gustavo aos 19 minutos do 1º tempo, após uma dividida com Kanu. Apesar do braço estendido, o atacante do Bahia não agrediu o zagueiro do Vitória, que caiu no chão como se tivesse levado um soco no rosto.

Henriques questionou esta e outras decisões do árbitro no caráter disciplinar, já que, durante o clássico, as imagens de TV flagraram jogadores do Bahia sendo agredidos por atletas do Vitória e o árbitro ou mostrou cartão amarelo, como na cotovelada de Kanu em Lucas Fonseca enquanto a bola estava parada, ou não marcou falta, como no chute que o lateral rubro-negro Geferson deu nas costas do volante Edson quando os dois disputavam uma jogada no ar (clique aqui para ver a imagem) e no carrinho do zagueiro Fred no meia Allione (aqui).

“A diretoria do Bahia quer aqui perguntar de público para a CBF, para a Comissão de Arbitragem, para a Federação Bahiana de Futebol, pra Liga do Nordeste, o que a gente precisa fazer para deixar de ser prejudicado pela arbitragem. Nós não aguentamos mais.  A gente precisa se alinhar com quem, votar pelo quê? A gente não vai mais brigar, só parem de prejudicar o Esporte Clube Bahia. Nós não conseguimos mais ser prejudicados pela arbitragem. Na estatística dos últimos Ba-Vis, quase todos nós tivemos atletas expulsos injustamente. Hoje mais uma vez o atleta nosso nem falta fez. Teve gente que disse que podia até tomar (cartão). Futebol é esporte de contato, tem toque. Não foi sequer falta”, disse Pedro Henriques.

O dirigente convocou a torcida do Bahia para o Ba-Vi de domingo (30), às 16h, que decidirá um dos finalistas da Copa do Nordeste e será com torcida única na Fonte Nova. “Digam o que vocês querem de nós porque nós vamos atender. Nós só não queremos ser prejudicados. E aí eu peço à torcida do Bahia porque nós precisamos de vocês. A Fonte Nova vai ficar pequena. Deus sabe o que faz, vai ter só vocês lá e vocês não vão deixar a gente ser prejudicado. Porque nós fomos melhores com 10 por 70 minutos e nós vamos ser melhores com 11 e vamos sair da Fonte Nova, domingo, com a classificação”.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas