Duo Anavitória faz isolamento na Bahia e se declara a Salvador: ‘uma parada muito forte’

sua diversão
14.01.2022, 06:00:00
Ana e Vitória estão hospedadas em Praia do Forte, na Linha Verde, isoladas após parte da equipe testar positivo para coronavírus (Foto: Acervo Pessoal)

Duo Anavitória faz isolamento na Bahia e se declara a Salvador: ‘uma parada muito forte’

Cantoras tiveram show cancelado no último final de semana após membros da equipe testarem positivo para covid-19

Uma notícia que veio após a passagem de som e gerou corre-corre, aflição e tensão nos bastidores. Do lado de fora, o público aguardava sem entender até que, depois de algumas horas, veio a notícia de que o show de Anavitória no Circuito Musical Verão 2022, realizado no Centro de Convenções de Salvador, estava cancelado após membros da equipe e banda testarem positivo para covid.

Do lado de fora, frustração e vaias. Para equipe e artistas, frustração e preocupação. Seria o primeiro show da dupla formada por Ana Caetano e Vitória Falcão. As cantoras conversaram com o CORREIO sobre o que aconteceu naquele dia, a tristeza de não voltar a ter contato com o público e os cuidados que tomaram - como, por exemplo, continuar na Bahia por um tempo até fazerem novos testes antes de voltar para São Paulo.

Elas estão hospedadas em uma casa na Praia do Forte, em Mata de São João, juntamente à produtora e o empresário da dupla. Ana falou que o dia do cancelamento do show foi muito difícil e a deixou muito triste porque quebrou a animação e expectativa de retornar aos palcos após quase dois anos.

"Passamos muitos dias preparando esse show, nos preparando para isso acontecer, mas não teve outra alternativa. Estamos num momento muito confuso do planeta e nossas movimentações estão sendo moldadas por essa estranheza. O que fizemos foi ficar em Salvador, estamos isoladinhas porque entramos em contato com o pessoal da nossa banda que testou positivo", explica Ana.

Ela conta que toda a equipe da banda faz testes diários e que, naquele dia, o resultado só chegou após a passagem de som feita pelo grupo. "É um evento muito grande, com muitas pessoas envolvidas e antes de qualquer decisão tínhamos que conversar com essas pessoas: produção, organizadores. E tínhamos que definir como comunicar às pessoas. Seria um cancelamento? Um adiamento? Tudo ficou muito nebuloso naquele momento. A gente comunicou o mais cedo que a gente conseguiu. Realmente foi muito em cima da hora, entendemos o desconforto das pessoas, mas não era uma decisão fácil de ser tomada ou comunicada", completa Ana.

Vitória disse que a tristeza foi amenizada quando elas entenderam que não foi uma escolha delas ou da equipe - havia a crise e ela precisava ser gerida de uma maneira que deixasse as coisas o mais seguro possível. 

"A gente precisa colocar no sentido de que não é uma escolha nossa e não é nossa decisão. É uma coisa que a gente tem que ter em todos os nossos planos. As coisas estão malucas e em determinado momento podem cair", disse a cantora.

Em Salvador, elas apresentariam o show da Turnê Híbrido, que mistura músicas dos três primeiros álbuns do duo e um pouquinho do último lançamento, COR, que terá turnê própria ainda neste ano. Inclusive, Salvador e Feira de Santana vão receber essa turnê nos dias 17 e 18 de setembro.

Salvamô, Bahia

Ana passou o Natal em Salvador, quando a cidade e boa parte do estado sofreram com muitas chuvas. A cantora disse que ficou feliz vendo o sol brilhar em Praia do Forte e o céu da cidade foi importante para colocar as ideias no lugar.

Ela conta que a capital baiana trouxe vários marcos para a carreira das duas, como o primeiro show com a banda. Seria, agora, o primeiro show após o intervalo imposto pela pandemia. "Nós duas temos uma relação muito forte com Salvador. A cidade sempre nos abraçou muito grandemente. Não sei, tenho uma parada muito forte com Salvador. Toda vez que venho aqui sinto uma ligação muito forte com a cidade. Estamos animadas porque agora não tem show, mas daqui a pouco tem", diz em tom de declaração. 

Vitória já havia publicado em sua conta do Instagram que está feliz por estar mais próxima de fazer o que mais ama, que é cantar e agradeceu por poder ter um tempinho para olhar aquela que é "uma das cidades que mais amo no mundo".

Perguntadas sobre os lugares que mais gostam por aqui, Ana respondeu que adora o restaurante Paraíso Tropical por conta de algumas saladas e da moqueca, que adora. Por sua vez, Vitória disse que a Casa do Rio Vermelho, que reúne acervo de Jorge Amado e Zélia Gattai, é um dos museus mais lindos e especiais do mundo inteiro.

A dupla segue na Bahia até o final de semana. Elas fariam uma apresentação em São Paulo no último dia 9 (domingo), que foi adiada para o dia 5 de fevereiro. As pessoas da equipe que testaram positivo para o coronavírus estão estáveis, assintomáticas. Todos foram vacinados em duas doses, pelo menos.

Após o show em São Paulo, o duo parte para a Eurotour, uma turnê pelo continente europeu que terá apresentações em Portugal, Espanha, França, Irlanda e Londres. A agenda de fevereiro ainda tem a US Tour, com 6 shows nos Estados Unidos. 

O previsto é realizar ainda mais 11 shows ao longo do ano antes de voltar para o Nordeste, com shows em Maceió e Aracaju para aí sim a dupla dividir a dor do peito cansado de saudade de tocar por aqui. Os fãs seguem no aguardo de vê-las voltando e cruzando os palcos para cantar.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas