Dupla é agredida a pauladas por ordem de 'tribunal do crime' no Nordeste de Amaralina

salvador
24.11.2019, 09:05:00
Atualizado: 24.11.2019, 12:39:01

Dupla é agredida a pauladas por ordem de 'tribunal do crime' no Nordeste de Amaralina

Vítimas foram deixadas perto do HGE; homem também levou pauladas no Pelourinho

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Segundo registro em posto policial, carro deixou homens feridos nas proximidades do HGE (Foto: Tailane Muniz/Arquivo CORREIO)

Dois casos de agressão a pauladas foram registrados entre sábado (23) e domingo (24) no posto policial do Hospital Geral do Estado (HGE). Três pessoas ficaram feridas e deram entrada na unidade encaminhados por ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

O primeiro caso aconteceu na tarde de sábado (23), no Nordeste de Amaralina, quando dois homens foram agredidos. As vítimas foram identificadas como Lucas Morais Santos, 28 anos, e Júlio César Souza, 40. Ambos foram socorridos após populares informarem à polícia de que haviam dois indivíduos deixados próximo ao próprio hospital.

Conforme o boletim de ocorrência, um motorista a bordo de um veículo de dados não anotados deixou os dois no local.

Socorridos pela ambulância, Lucas e Júlio deram entrada na emergência apresentando lesões corporais provocadas por pauladas, sendo que Lucas foi agredido nas mãos, braços e pernas, e Júlio na cabeça, mãos, braços e pernas.

De acordo com relatos das próprias vítimas, os autores foram cerca de cinco indivíduos que estariam cumprindo ordem do 'tribunal do crime', após serem acusados de furtarem um aparelho celular. O crime aconteceu na Rua Emídio Pio, por volta das 13h30. O estado de saúde das vítimas não foi informado.

Outro caso
O segundo registro de agressão a pauladas aconteceu na madrugada deste domingo, por volta das 2h, em uma rua não especificada do Pelourinho. A vítima foi Twan Torizio Moura de Pinho, 23. Ele deu entrada no hospital apresentando lesões no rosto e o caso foi tipificado como lesão corporal. A autoria e a motivação da agressão são desconhecidas. O estado de saúde dele também não foi divulgado.

De acordo com a Polícia Militar, a 40ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) não foi solicitada para atendimento de nenhuma agressão a pauladas no Nordeste de Amaralina. O caso da dupla será investigado pela 28ª Delegacia (Nordeste de Amaralina) e o do Pelourinho pela 1ª Delegacia (Barris).

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas