Ebserh oferece mais de 6 mil vagas temporárias para combate à covid-19

brasil
28.03.2020, 08:51:00
Atualizado: 28.03.2020, 08:56:35

Ebserh oferece mais de 6 mil vagas temporárias para combate à covid-19

Vagas são para médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, fisioterapeutas, arquitetos e engenheiros

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), estatal responsável pelos hospitais universitários federais, foi autorizada pelo Ministério da Economia a contratar mais de 6 mil profissionais temporários para aumentar seu efetivo na luta contra a pandemia do coronavírus.

Ao todo são 40 hospitais vinculados à estatal que receberão novos contratados. Na Bahia, a Ebserh é responsável pelo Hospital Universitário Prof. Edgard Santos e pela Maternidade Climério de Oliveira.

As contratações acontecerão através de um edital de chamamento público, com previsão de publicação na próxima semana, contendo todas as informações pertinentes ao processo seletivo como pré-requisitos, remuneração, tempo de contratação e outras.

São previstas aproximadamente 900 vagas para médicos, 1,4 mil enfermeiros, 3 mil técnicos em enfermagem, 500 fisioterapeutas e 100 vagas para engenheiros e arquitetos, necessários para promover as mudanças estruturais exigidas para a acomodação de pacientes infectados pelo Covid-19.

Os profissionais atuarão na linha de frente de atendimento a pacientes acometidos pela doença durante o período de combate à pandemia como reforço do quadro existente ou como reposição de profissionais que se ausentaram por serem do grupo de risco, por estarem contaminados ou por quarentena por precaução devido a sintomas de gripe.

“Estamos em um momento em que temos que nos dedicar ainda mais à nossa missão de cuidar. Somos a linha de frente no combate a uma pandemia mundial e a população brasileira depende de todos nós que atuamos na área da saúde. A Rede Ebserh está fazendo a sua parte e o reforço de nosso contingente vai ao encontro das necessidades desse período tão delicado”, declarou o presidente da estatal, Oswaldo Ferreira.

As medidas estão alinhadas à Declaração de Emergência em Saúde Pública de Importância Internacional pela Organização Mundial da Saúde, à Declaração de Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional do Ministério da Saúde e ao Plano de Contingência Nacional para Infecção Humana pelo novo Coronavírus.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas