Edson convoca torcida e lamenta ausência de Hernane: 'Vamos sentir a falta dele'

e.c. bahia
28.04.2017, 17:18:00

Edson convoca torcida e lamenta ausência de Hernane: 'Vamos sentir a falta dele'

Volante que foi o autor do gol tricolor no Ba-Vi do Barradão quer ver a Fonte Nova lotada

As marcas do primeiro jogo das semifinais da Copa do Nordeste estão no corpo e na memória. Convocado para conceder entrevista coletiva à imprensa, volante Edson fez questão de mostrar a entrada que recebeu do lateral-esquerdo Geferson e a ansiedade pelo jogo da volta, domingo (30) às 16h, na Fonte Nova.

Edson pediu o apoio da torcida para o jogo de volta contra o Vitória (Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia)


"Não consegui dormir, mas faz parte. Minha análise, se a gente tem 11 contra 11, a probabilidade de sair com um triunfo seria muito grande. Com um a menos, praticamente definiu o jogo. Se a gente entrar do jeito que entrou domingo, a probabilidade de classificação é enorme, porque vai estar jogando em casa, com o apoio do torcedor, que é fundamental", disse confiante. 

Edson também garantiu que o time vai jogar por Hernane, que acabou fraturando a tíbia numa disputa de bola com David, em que cometeu falta dura no atacante rubro-negro. "Ontem mesmo, fiquei até 3h da manhã na casa dele, conversando. A gente sente a perda dele. Ali no momento, o excesso de vontade fala mais alto. É a dificuldade da partida. É um centroavante, mas estava marcando como volante. Vamos sentir a falta dele, mas já está servindo de exemplo". 

Como não podia ser diferente, a arbitragem foi outro assunto comentado pelo volante tricolor, que fez um pedido ao juíz que vai apitar o jogo da volta e um desabafo. "Sei que não erram de sacanagem, mas que tenham cuidado, porque a gente é trabalhador. Que ele possa ser coerente para os dois lados, que possa ser o correto. Mas passou, fomos prejudicados mais uma vez. Que o próximo árbitro tenha coerência. Não estou pedindo para ajudar o Bahia, mas sim apitar da forma como tem que apitar, porque a gente não precisa de árbitro para ganhar jogo", finalizou. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas