Elon Musk é acusado de mostrar o pênis para funcionária; empresário nega

em alta
20.05.2022, 16:41:00
(Divulgação)

Elon Musk é acusado de mostrar o pênis para funcionária; empresário nega

Musk respondeu a acusação no Twitter, citando "ataques" com viés "político"

O bilionário Elon Musk foi acusado por uma funcionária, comissária de bordo da empresa de transporte espacial e aéreo SpaceX, de mostrar o pênis a ela e pagar US$ 250 mil pelo seu silêncio. O empresário alegou no Twitter que a história é totalmente falsa.

As ações de sua montadora de carros elétricos, Tesla, caíram 6% nesta sexta-feira, às 12h43 (horário de Brasília).

A reportagem foi publicada no site "Business Insider" e cita o testemunho de uma pessoa anônima que seria amiga da comissária de bordo. As informações estão em um documento do processo do suposto acordo com pagamento em dinheiro da empresa para a comissária. O caso teria ocorrido em 2016, e o acordo teria sido feito em 2018.

Musk respondeu a acusação no Twitter, citando "ataques" com viés "político".

Além de mostrar o pênis, Musk teria oferecido à funcionária um cavalo em troca de uma massagem erótica, tocando-a de forma "inadequada".

Musk postou, em respostas na rede, que a pessoa que o acusa precisa "descrever apenas uma coisa, qualquer coisa (cicatrizes, tatuagens, ...) que não seja de conhecimento público", para provar que ele teria exposto suas partes íntimas.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas