Em 1ª 'final' da temporada, Bahia pega Campinense na Copa do Brasil

e.c. bahia
09.03.2021, 05:00:00
De volta ao time, Gilberto é esperança de gols do Bahia contra o Campinense (Felipe Oliveira/EC Bahia)

Em 1ª 'final' da temporada, Bahia pega Campinense na Copa do Brasil

Tricolor entra em campo às 21h30, no estádio Amigão, em Campina Grande

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

De pouco em pouco, o Bahia vai iniciando a sua trajetória na temporada 2021. Apesar ter feito apenas um jogo com o time principal, nesta terça-feira (9), o tricolor já tem uma decisão pela frente. Visita o Campinense a partir das 21h30, no estádio Amigão, em Campina Grande, em duelo único pela primeira fase da Copa do Brasil. Quem avançar pega o vencedor de Jaraguá-GO e Manaus.

Por ser visitante, o regulamento do torneio dá ao time baiano a vantagem de jogar pelo empate para avançar à segunda fase. E o Esquadrão vai precisar romper a barreira da temporada passada para  voltar da Paraíba com a classificação garantida. Em 2020, o clube deu vexame ao perder por 1x0 para o River do Piauí e ser eliminado na estreia. 


No papel, o Bahia é amplo favorito para vencer o confronto, mas a atuação no empate por 1x1 com o também paraibano Botafogo, no último sábado, pela Copa do Nordeste, mantém um certo ar de desconfiança. Sem tempo para descanso, 2021 tem sido uma extensão de 2020 para o elenco.

Fora isso, o clube ainda perdeu peças importantes no time titular. O próprio técnico Dado Cavalcanti reconhece que a equipe ainda não está pronta para os principais desafios que vai ter pela frente

“Hoje temos apenas 20 atletas no nosso elenco. É muito pouco para uma sequência de jogos e disputas e dificuldades. Temos algumas posições com mais carências, que já foram explicitadas. Nós estamos sempre atentos à avaliação do que a gente tem no grupo hoje. Acho que precisamos resistir às dificuldades desse início de temporada, mas, com o tempo, nosso elenco vai se encorpando e a gente vai evoluindo em relação aos jogos, ganhando também novos jogadores”, analisou o treinador

Dado reforça que, por todo contexto, o momento requer atenção em campo, já que uma outra eliminação na primeira fase da Copa do Brasil seria desastrosa, além de traumática.

Um bom sinal para o técnico é que ele ganhou um reforço importante para o duelo. Poupado no jogo pela Copa do Nordeste para se condicionar melhor, o atacante Gilberto está de volta. O camisa 9 terminou a temporada passada como principal goleador do Bahia. Foram 19 gols em 50 partidas.

Outro ponto positivo é o retrospecto que o Esquadrão tem diante do Campinense. Em confrontos oficiais, o Bahia não perde para a equipe paraibana há 59 anos. A única vez que o rubro-negro venceu foi no 1x0 pela Taça Brasil de 1962

Depois disso, Bahia e Campinense se enfrentaram outras 13 vezes, com oito triunfos e cinco empates. O último encontro aconteceu em 2015. Pelas quartas de final da Copa do Nordeste, Kieza marcou o único gol na vitória por 1x0, na Fonte Nova, e colocou o Esquadrão na semifinal após empate sem gols na partida de ida, no estádio Amigão

Vale lembrar que, além da vaga na segunda fase, está em jogo para o Bahia uma cota de R$ 1,35 milhão em caso de classificação

Em ritmo de estreia
Enquanto o Bahia vive a continuidade da temporada passada, o Campinense está na expectativa de fazer o primeiro jogo oficial em 2021. Como não disputa a Copa do Nordeste e o Campeonato Paraibano só vai começar no dia 17, o time fez apenas amistosos até então

“Sabemos que será um jogo muito difícil, é uma equipe de primeira divisão, com jogadores muito experientes, mas acredito, sim, que temos tudo para fazer um grande jogo. Mesmo com as dificuldades, o nosso foco é a classificação para a próxima fase”, afirmou o lateral esquerdo Jackinha.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas