Em busca do time ideal, Dabove ainda não repetiu escalação no Bahia

e.c. bahia
03.10.2021, 17:05:00
Elenco do Bahia reunido na Cidade Tricolor (Felipe Oliveira / EC Bahia)

Em busca do time ideal, Dabove ainda não repetiu escalação no Bahia

Treinador utilizou 25 jogadores nos cinco jogos em que comandou o tricolor no Brasileirão

Cinco jogos, cinco escalações diferentes. Ainda em busca da formação ideal, Diego Dabove não repetiu a escalação do Bahia no Brasileirão da Série A. O treinador argentino já utilizou mais de dois times nesse começo de trabalho à frente do tricolor: 25 jogadores foram mandados a campo diante de Fluminense, Fortaleza, Santos, Bragantino e Internacional.

Apenas três atletas foram titulares absolutos com o comandante. O meia Lucas Mugni e os laterais Nino Paraíba e Juninho Capixaba foram escalados por ele diante de todos os adversários citados. O primeiro só saiu no finalzinho da partida contra o Santos. Os dois últimos escutaram o apito inicial e final de todos os jogos de dentro do gramado.

Todos os outros ficaram no banco de reservas ou fora da lista de relacionados em pelo menos um dos cinco jogos por motivos diferentes: suspensão, contusão, opção ou simplesmente porque ainda não faziam parte do elenco quando Dabove chegou à Cidade Tricolor, caso do atacante argentino Isnaldo, titular nas últimas três partidas pelo Esquadrão. 

O aproveitamento do Bahia com Diego Dabove é de apenas 33,3%. Contratado em 18 de agosto, o treinador estreou na 18ª rodada, com derrota por 2x0 para o Fluminense. De lá pra cá, venceu o Fortaleza por 4x2, empatou sem gols com o Santos e em 1x1 com o Red Bull Bragantino e amargou outra derrota para o Internacional, também por 2x0.

O argentino assumiu o Bahia na 16ª colocação, com 18 pontos, a dois da zona de rebaixamento. Com ele, a iminência virou realidade. Atualmente, o tricolor amarga o Z4, na 17ª posição, com 23 pontos. De acordo com o departamento de matemática da Universidade Federal da Bahia (UFMG), que estuda as probabilidades do futebol brasileiro, o risco de queda à segunda divisão é de 47,8%. 

De folga no final de semana, já que o duelo com o Ceará foi adiado para o dia 27, o Bahia vai tentar melhorar essa estatística nesta terça-feira (5), às 21h30, quando visita o Corinthians, na Neo Química Arena, em São Paulo. 

A equipe paulista vive momento bem distinto no campeonato. Na 6ª posição, com 34 pontos, o time comandado por Sylvinho tenta entrar no G4. O Fortaleza é o quarto na tabela, com 36 pontos.

Jogadores utilizados pelo técnico Diego Dabove:

Goleiros
Matheus Teixeira
Mateus Claus

Laterais
Nino Paraíba
Juninho Capixaba
Matheus Bahia

Zagueiros
Conti
Luiz Otávio
Lucas Fonseca
Gustavo Henrique

Volantes
Patrick
Lucas Araújo
Luizão
Raniele
Edson
Matheus Galdezani

Meias
Daniel
Rodriguinho
Mugni

Atacantes
Oscar Ruiz
Rossi
Rodallega
Gilberto
Maycon Douglas
Isnaldo
Thonny Anderson

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas