Em livro, pesquisador analisa consumo de drogas entre universitários e professores

salvador
11.06.2021, 00:48:17
Atualizado: 11.06.2021, 00:55:32

Em livro, pesquisador analisa consumo de drogas entre universitários e professores

Obra de Tom Valença é resultado de pesquisas de mestrado e doutorado em Ciências Sociais na Universidade Federal da Bahia

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O psicólogo Tom Valença lança "Consumir e ser consumido, eis a questão - Configurações entre estudantes e professores universitários usuários de drogas em uma cultura de consumo". O livro do pesquisador baiano é resultado de pesquisas de mestrado e doutorado em Ciências Sociais.
 
A obra tem objetivo de fazer uma contextualização das estruturas, dos estilos de vida e da atuação acadêmica de estudantes e professores universitários usuários de drogas. 
 
Através de um imersão etnográfica no cotidiano dos interlocutores, além de uma análise psicossocial das implicações do discurso midiático em torno da problemática, o psicólogo analisa os públicos propostos.
 
De acordo com Tom Valença, os resultados das pesquisas  apontam para conclusões que põem em xeque muitos dos estereótipos dominantes, especialmente por conta das representações sociais do status universitário dos estudantes e dos professores, muitos deles respeitados exatamente por suas atuações para desconstruir os preconceitos em torno do uso de substâncias psicoativas. A obra está à venda na plataforma Queerlivros (veja aqui).

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas