Em Trancoso, Gabriel Bispo aguarda definição de futuro pelo Vitória

e.c. vitória
12.02.2021, 05:00:00
Gabriel Bispo se destacou com a camisa do Juventude em 2020 (Juventude / Divulgação)

Em Trancoso, Gabriel Bispo aguarda definição de futuro pelo Vitória

Destaque do Juventude, volante não se apresentou na Toca do Leão para a temporada 2021

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Gabriel Bispo está há 10 dias no paradisíaco distrito de Trancoso, em Porto Seguro, no Extremo Sul da Bahia. Nascido e criado lá, o volante correu para os braços da família após comemorar o acesso à Série A do Campeonato Brasileiro com o Juventude, clube pelo qual se destacou na temporada 2020 após ser emprestado pelo Vitória. Ele só não imaginou que as "férias" fossem durar tanto.   

Gabrel Bispo tem contrato com o Vitória até dezembro de 2022, mas não se apresentou na Toca do Leão na segunda-feira (8), quando o elenco iniciou a temporada 2021, por determinação da própria diretoria rubro-negra. "Meu empresário ligou para o presidente (Paulo Carneiro) perguntando se tinha interesse e eles disseram que não tinham o interesse de contar comigo nessa temporada e aí, consequentemente, eu não me apresentei. Estou esperando uma definição junto com o meu empresário para ver para onde a gente vai", afirma o jogador ao CORREIO. 

Não é que o Vitória não tenha interesse no futebol de Gabriel Bispo. Fato é que o bom desempenho durante a campanha de acesso do Juventude o transformou em uma possível fonte de renda para o clube, que passa por dificuldade financeira. Peça importante na conquista da vaga na Série A, ele disputou 34 jogos pelo Juventude na temporada 2020, entre Campeonato Gaúcho, Brasileiro de Aspirantes, Copa do Brasil e Série B.

"Foi um clube em que todos me acolheram muito bem, um clube que me deu muita confiança. Se você tem um pouco de talento, com a confiança, você desempenha muito bem. A diferença do Vitória para o Juventude foi a confiança, de ter ritmo de jogo. Quando você joga mais jogos, você se sente confiante. No Vitória eu tive poucas oportunidades. No Juventude eu tive bastante sequência e tive confiança pra mostrar um bom futebol", compara Gabriel Bispo.

Ele não teve formação em categoria de base. Ao completar 20 anos, defendeu o Comercial de Ribeirão Preto (SP). Na sequência, fez um teste no Bahia de Feira e integrou a equipe feirense no Campeonato Baiano de 2019, chegando à final contra o Bahia. Chamou a atenção e foi contratado pelo Vitória, mas não conseguiu se firmar no time e representou o Leão em apenas oito jogos da Série B daquele ano. O momento de maior relevância na curta carreira até aqui foi no último dia 29, quando comemorou o acesso com o Juventude. 

"Pra mim foi um momento muito marcante, muito maravilhoso. Subir para uma Série A de um Campeonato Brasileiro com um clube como o Juventude não tenho nem palavras. Foi uma felicidade tremenda por ter subido um clube maravilhoso como o Juventude".

Gabriel contou que a equipe gaúcha mostrou interesse em sua permanência. "Meus empresários deixaram uma proposta com o Juventude e eles estavam analisando, mas acho que não deram retorno ou, se deram, acho que no momento ficou travado. Eles tinham demonstrado antes de eu sair de lá que eles queriam renovar, mas essa questão está com o meu empresário", disse. 

O volante revelou que além do Juventude outros clubes demonstraram interesse na contratação dele. "Meu empresário me disse que tem dois clubes da Série A, um clube de fora, de Portugal, e uns clubes da Série B. E tem um clube de São Paulo também, para disputar o Paulista. No momento agora eu queria ser mais visto aqui no Brasil para depois ir para fora. Queria tentar ganhar algum campeonato aqui em um clube do Brasil e depois ir para fora", projeta. "Acho que até sexta-feira tem uma definição, pois meus empresários estão diariamente conversando com Paulo Carneiro para ter um bom final feliz para os dois lados".

Procurado pela reportagem, o empresário de Gabriel Bispo, Lucas Imbrosine não quis detalhar a situação. "Estamos com uma negociação em andamento. Está dependendo de alguns detalhes", resumiu. Presidente do Vitória, Paulo Carneiro também não se alongou. "Ele fica no clube. Por enquanto ele fica no Vitória, amanhã pode ser que não fique. É assim o futebol, dinâmico", disse.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas