Empresário preso em mansão alugava outro imóvel de luxo para cantor sertanejo

bahia
27.01.2022, 21:42:00
(Divulgação)

Empresário preso em mansão alugava outro imóvel de luxo para cantor sertanejo

Homem foi preso em uma mansão alugada, localizada em Lauro de Freitas, e alugava uma outra, em Goiás, para Zé Felipe e Virgínia

O empresário que foi preso em flagrante em uma mansão localizada em Lauro de Freitas, aluga um outro imóvel de luxo para o cantor sertanejo Zé Felipe e a sua esposa, a influenciadora digital Virgínia Fonseca. A mansão fica num condomínio luxuoso em Goiás, estado natal do empresário.

Ele foi um dos alvos da Operação Looping, liderada pela Polícia Civil do Distrito Federal, que apura atividades de um grupo criminoso que fraudava procurações e escrituras de terrenos de alto valor imobiliário. O cantor e sua esposa, no entanto, não tem envolvimento com os esquemas de fraude.

Policiais cumpriram mandados de busca e apreensão no imóvel que ele vivia em Lauro de Freitas na manhã de terça-feira (25). No local, foi apreendido um revólver calibre 38, sem registro, o que resultou na prisão em flagrante do empresário. 

O preso foi encaminhado para o Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), onde segue custodiado, à disposição do Poder Judiciário.

Um morador disse que os policiais arrombaram a porta da mansão. “Chegaram às 4h e usaram uma ferramenta que facilitou para que eles (policiais) conseguissem empurrar a porta com os pés e entrar”, relatou. O dono da propriedade, Mauro, disse que entrar com ação de dados morais contra à polícia. “Não precisa daquilo tudo. Havia um caseiro. Era só pedir que ele abriria. Vários itens de dentro da casa foram danificados ou quebrados. Estou catalogando tudo, com fotos e vídeos e vou entregar ao meu advogado para uma ação de reparação contra o Estado”, pontuou Mauro.   

Em nota, a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) informou que a Operação Looping teve o objetivo de desarticular grupo criminoso que, entre 2019 e 2021, tentou transferir uma área rural de mais de 148 hectares, localizada no Gama, avaliada em R$9 milhões, por meio da falsificação e uso de documentos falsos junto a cartórios no Distrito Federal.

Oito mandados de busca e apreensão foram cumpridos no Gama, Águas Lindas/GO, Goiânia/GO (empresa e residências), Salvador/BA (empresa e em um iate) e Lauro de Freitas/BA (residência em condomínio de alto luxo). O grupo é composto por cinco integrantes: empresários, um advogado – que já foi preso em flagrante por estelionato – e um antigo tabelião do Cartório de Notas e Registro Civil de Limeira/MG, que produziu uma procuração falsa.

De acordo com a coordenação, o tabelião, destituído do cargo em 2015 em razão das inúmeras procurações e escrituras falsas, continuou a produzir documentos ideologicamente falsificados. Os investigados invadiram a área, falsificaram um documento da Terracap, que informava que era terra é pública, e fizeram um contrato de mútuo de R$ 400 mil com uma financeira, dando como garantia parte do terreno.

Os envolvidos irão responder pelos crimes de falsidade ideológica, falsificação de documentos, uso de documentos falsos, esbulho possessório, lavagem de dinheiro e associação criminosa. As penas podem ultrapassar 25 anos de reclusão. 

Mansão de Bell Marques

O empresário que foi preso em flagrante em uma mansão localizada em Lauro de Freitas, na manhã desta terça-feira (25), não era dono do imóvel. Ele, que foi identificado como Paulo e é natural de Goiás, alugou a casa pelo período de um ano e vivia no local com a esposa. O contrato foi assinado há sete meses, em junho do ano passado.

Paulo foi preso por policiais civis da Assessoria Executiva de Operações de Polícia Judiciária (AEXPJ), após cumprimento de mandado de busca e apreensão. A ação faz parte da Operação Looping, liderada pela Polícia Civil do Distrito Federal, e contou também com o suporte da Coordenação de Operações Especiais (COE). 

A mansão está localizada no bairro de Villas do Atlântico e é avaliada em R$ 6 milhões. O imóvel em estilo colonial foi do cantor Bell Marques e hoje é do empresário baiano e ex-candidato à prefeitura de Lauro de Freitas, Mauro Cardim. Mauro alugou a mansão para Paulo por um ano. “A casa está alugada desde agosto do ano passado. Ele nunca atrasou uma locação. Antes de fazer a locação, levantei todas as informações dele e da empresa e não vi nada que desabonasse a conduta”, disse Mauro. 

A propriedade está localizada na Rua Praia do Leme, que dá acesso à Barraca Aruana. Paulo mora no local com a mulher e dois filhos pequenos – uma menina de cinco anos e um garoto de nove anos.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas