Enderson Moreira critica o VAR: 'Não acho confiável'

e.c. bahia
25.10.2018, 08:43:00
Atualizado: 25.10.2018, 12:01:52
Enderson Moreira critica uso do VAR no futebol (Felipe Oliveira/ EC Bahia)

Enderson Moreira critica o VAR: 'Não acho confiável'

Técnico do Bahia se irrita com a anulação de dois gols contra o Atlético-PR

Era difícil esconder a irritação e Enderson Moreira nem tentou. O treinador tricolor estava na bronca com a atuação da arbitragem, que contou com a tecnologia do VAR e ainda assim provocou muita polêmica na primeira partida das quartas de final da Copa Sul-Americana. Com gol de Pablo, o Atlético-PR venceu por 1x0 o jogo disputado quarta-feira (24), na Fonte Nova, em uma noite que o árbitro argentino Fernando Rapallini anulou os gols anotados por Clayton e Ramires para o Bahia.

"Antes a gente tinha desculpa do cara que está ao vivo, tomar a decisão é difícil, no calor do jogo, tendo a sua visão. É difícil. Os caras estão errando vendo imagem. Conseguem errar, não ter opinião. E aí não tem emocional abalado. São os mesmos árbitros que apitam jogos operando VAR. Agora hoje, infelizmente, eu, com muita decepção, falo mesmo que nos tiraram a possibilidade de sairmos com triunfo, vantagem", afirmou Enderson Moreira, que reconheceu a falha da equipe tricolor no gol sofrido.

"Emocionalmente, claro, nada justifica o gol que sofremos. Teve problemas ali. Foram pouquíssimas finalizações deles. Tivemos muitas chances, jogamos em cima, criamos... Mas hoje, infelizmente, não era dia. Não quero deixar de enaltecer a disposição, a entrega dos atletas, a torcida fantástica. A gente queria dar um presente maravilhoso para os torcedores, mas hoje tiraram essa possibilidade". 

Enderson Moreira criticou não apenas a atuação da arbitragem da partida, como também o uso do VAR no futebol. "O VAR, para mim, continua tendo muitos problemas. Problemas de várias ordens. Não acho confiável. Não acredito, infelizmente. Porque um lance interpretativo do cara ali, a dois metros, se ele não tivesse visto, algum atleta passasse na frente, se ele estivesse do outro lado do campo, ele teria que ver. Mas estava a dois metros. Ele achar que não foi depois... É impressionante. Não temos uma imagem tridimensional. Às vezes, parece que encosta na cabeça, mas não toca na cabeça. De alguma forma, a gente lamenta".

O jogo de volta contra o Atlético-PR será na próxima quarta-feira (31), às 21h45, na Arena da Baixada, em Curitiba. Para conquistar a inédita vaga nas semifinais da Copa Sul-Americana, o tricolor precisará vencer por qualquer placar que não seja 1x0. Se o Bahia devolver o resultado da Fonte Nova, a classificação será decidida nos pênaltis. 

"Eu quero falar que nós estamos muito empenhados. A dor que estamos sentindo hoje, vamos colocar isso em campo contra eles. Pode ter certeza. Vai ter que ter mais alguns VAR's para nos tirar desse jogo", avisa Enderson Moreira.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas