Enfermeira é afastada após vídeo flagrar que ela fingiu aplicar vacina em idosa

bahia
25.03.2021, 18:48:00
Atualizado: 25.03.2021, 19:13:35
(Foto: Reprodução)

Enfermeira é afastada após vídeo flagrar que ela fingiu aplicar vacina em idosa

Caso aconteceu no município de Rio do Pires, na Chapada Diamantina

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um vídeo circulou nas redes sociais com uma denúncia grave: uma técnica de enfermagem fingiu imunizar uma senhora no município de Rio do Pires, na Chapada Diamantina. O vídeo circulou bastante nas redes sociais e nesta quinta (25) a Prefeitura local anunciou o afastamento da servidora e enviou uma equipe para efetivar a imunização da idosa que vive na Comunidade de Contagem, Zona Rural do Município.

No vídeo que circulou com a denúncia, é possível ver que a técnica de efermagem prepara a vacina, fura o braço da idosa com a agulha mas não pressiona a ampola para injetar o líquido. A Secretaria de Saúde local afirmou que abriu diligência na Unidade de Saúde e abriu processo administrativo para investigar a situação.

De acordo com a pasta, até o episódio em questão, não havia registros de reclamações sobre o trabalho da técnica de enfermagem, que recebeu treinamento para atuar como vacinadora e atua no município há vários anos. 

"A secretaria de saúde no intuito de corrigir o erro acontecido no dia de ontem na comunidade de Contagem, enviou hoje pela manhã uma equipe a residência da idosa para de fato realizar a vacinação da mesma garantindo sua imunização. Seguiremos atentos e vigilantes, na esperança de que em breve teremos a imunização completa de nosso município", escreveu a Prefeitura.

Governador da Bahia, Rui Costa comentou o caso nesta quinta e afirmou ficar perplexo com "as crueldades que a humanidade é capaz" antes de cobrar que o Ministério Público abra um processo criminal contra a técnica de enfermagem.

"Isso é um crime! Uma senhora que sai dali alegre, feliz, pensando que está vacinada, acha que pode se expor um pouco mais e corre o risco de pegar o vírus e morrer. Onde nós vamos parar? É muita crueldade, muita desnumanidade. A justiça tem que falar mais alto. A impunidade é o que estimula esse tipo de atitude, nosso país precisa punir com rigor esse tipo de atitude", disse Rui.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas