Enoturismo na Bahia: Conheça os passeios às vinícolas do Vale do São Francisco

paula theotonio
08.11.2018, 05:03:00
Atualizado: 08.11.2018, 09:32:10

Enoturismo na Bahia: Conheça os passeios às vinícolas do Vale do São Francisco

A Bahia divide com Pernambuco um dos mais interessantes territórios do Novo Mundo dos vinhos: o Vale do São Francisco.

O “terroir”, como chamam os especialistas, é bem inusitado: o solo é rico em minerais, mas pobre em matéria orgânica. São cerca de 3 mil horas de sol por ano e a média anual de chuvas é de 400 mm. Tudo isso às margens do único rio totalmente brasileiro, o Velho Chico; em meio à caatinga (com clima semiárido) do Sertão. Na região, não há inverno como em outras regiões produtoras mais frias no mundo, só uma chuvinha no primeiro trimestre do ano.

Com isso, a maturação da uva acontece mais rapidamente e é possível colher até duas safras e meia por ano. Numa só área, você encontra frutas em diferentes estágios de maturação. Como diria o meu querido sommelier e produtor de vinhos José Figueiredo, “é como ver as quatro estações do ano ao mesmo tempo. Uma enciclopédia viva de enologia”.

E apesar de estar quente e seco na maior parte do ano, as características organolépticas do vinho vão variando de acordo com a época. No primeiro semestre, quando as noites são mais geladas, as uvas têm mais tempo de maturar. Consequentemente, os vinhos são mais equilibrados e complexos. Os que são feitos com uvas do segundo semestre, com suas temperaturas mais altas e maturação mais rápida, são mais jovens e alcoólicos, com aromas e acidez elevados.

Tendo dito tudo isso, faço um convite: aproveite que este domingo (12) é celebrado, mundialmente, o Dia do Enoturismo, e programe uma viagem para conhecer as vinícolas do Vale do São Francisco. As mais estruturadas ficam em Lagoa Grande (PE) e Casa Nova (BA), municípios distantes cerca de 50 km e 65 km, respectivamente, de Petrolina (PE) e Juazeiro (BA).

Vinícolas do Vale do São Francisco: Bahia

Localizado no norte da Bahia está o braço nordestino da Miolo Wine Group, com a Linha Terranova (tintos, espumantes e um late harvest); o Miolo Testardi; o Miolo Single Vineyard Syrah e o Miolo Imperial, um brandy similar ao Osborne – antiga detentora da produção.

No passeio estão inclusos um tour pela empresa, uma descontraída aula de degustação e passagem pela loja, onde é possível comprar vários rótulos da empresa com descontos. Tudo isso por R$ 10. Marque sua visita em qualquer dia da semana, às 9h ou às 14h. Contato/Agendamento: Fazenda Ouro Verde – BR 235, Km 40, Santana do Sobrado, Casa Nova/BA (74) 3536-1132 turismovov@miolo.com.br.

Mas se você não tá a fim de dirigir (pra beber à vontade) ou quer mais conforto, pode fazer apostar no Vapor do São Francisco. Estive lá recentemente e mostro tudo no vídeo abaixo:

Reservas (87) 98863-5629 ou pelo site www.vapordosaofrancisco.com.


Vinícolas do Vale do São Francisco: Pernambuco

No lado pernambucano do Velho Chico, esta empresa pertencente ao Grupo Global Wines produz as linhas Rio Sol, Paralelo 8 e Winemaker’s, além de importar rótulos portugueses. Pagando R$ 15, você pode passear pelos vinhedos, experimentar uvas viníferas maduras, visitar a adega lotada de barricas de carvalho e ao final, degustar dois tintos e um espumante das diversas linhas da empresa. De brinde, você ainda ganha uma tacinha personalizada.

Se você quer algo mais imersivo na cultura enogastronômica do Vale, tem. Aos sábados e por R$ 160, você faz o roteiro Rota dos Vinhos (Wine Day) e tem direito a tudo isso acima, mais um passeio de Catamarã com banho no Rio São Francisco e degustação de espumantes; e almoço

regional com vinhos e sobremesa. Esta parte, inclusive, acontece na casa onde foram filmadas várias cenas da minissérie Amores Roubados, da Rede Globo. Já fiz este passeio e recomendo muito! Neste caso, o transfer é incluso a partir de Petrolina.

Se você deseja algo mais romântico, sugiro contratar o Pôr do Sol na vinícola. Nesta modalidade sem almoço incluso, o passeio de catamarã é feito no finzinho da tarde. Já estive lá neste horário e a experiência é inesquecível. O tour ocorre às sextas, das 15h às 18h, ou sob agendamento de grupos. Com transfer, custa R$ 85,00 e sem transfer, fica R$ 50.

Rio Sol: Fazenda Planaltino, Rodovia PE-574, Km 8 Estrada da Uva e do Vinho. Lagoa Grande/PE.

Site: http://www.vinhosriosol.com.br/principal/

Dia Mundial do Enoturismo - Porta de entrada de muitos curiosos no mundo dos vinhos, o enoturismo ganhou um dia só seu na Europa, há muitos anos: o segundo domingo de novembro. Para Adriano Miolo, sócio-proprietário da Miolo Wine Group (com sede na Bahia), este segmento turístico é essencial no fortalecimento do vinho brasileiro perante o consumidor. “[O turista] visita, entende o processo, prova os produtos, vivencia uma experiência, muda conceitos e sai orgulhoso da produção nacional”, comentou em paper do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin).


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/digital-influencer-usa-instagram-para-denunciar-namorado-por-agressoes/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/mesmo-com-prova-mantida-candidatos-temem-cancelamento-de-concurso-da-pm/
Professores propõem que os concurseiros não se deixem abater e continuem focados nas provas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/poliana-ex-esposa-de-victor-chaves-vive-reclusa-apos-separacao/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/atores-da-televisa-morrem-ao-cair-de-ponte-durante-ensaio-para-serie/
Vítimas faziam parte de elenco da série ‘Sin Miedo a la Verdad’
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/blecaute-em-morro-de-sao-paulo-deixa-turista-sem-banho-e-gera-prejuizo-no-comercio/
Balneário ficou 20 horas sem luz; concessionária cita 'defeito em equipamento'
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/o-que-e-uma-feijoada-inorganica/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/martnalia-volta-ao-tca-com-show-em-homenagem-a-vinicius-de-moraes/
Apresentação que aconteceria na Concha nesta sexta (17) foi transferida para a Sala Principal
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/bastidores-confira-historias-curiosas-que-os-reporteres-viveram-na-cobertura-do-bonfim/