‘Era esgoto a céu aberto’, diz moradora sobre rua nova na Baixa Fria

salvador
07.01.2021, 12:51:00
Atualizado: 07.01.2021, 13:09:04
Prefeito apresenta ordem de serviço para requalificação de encosta (Foto: Gil Santos/ CORREIO)

‘Era esgoto a céu aberto’, diz moradora sobre rua nova na Baixa Fria

Espaço foi requalificado e foi entregue nesta quinta-feira (7)

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Para os moradores da Rua Manoel Bonfim, na Baixa Fria, em Salvador, não importava se era dia de sol ou dia de chuva, porque todos os dias eram iguais. Quando fazia sol, a poeira da estrada de barro invadia as casas e os mosquitos incomodavam na hora de dormir. Quando chovia, era a água do córrego que transbordava e invadia as casas, e ratos e baratas saiam dos esgotos para desespero dos moradores da comunidade que fica em São Marcos.

A prefeitura resolveu requalificar o local e, nesta quinta-feira (7), muitos homens e mulheres saíram das casas para acompanhar a entrega oficial da nova via. São cerca de 800 metros de rua. Na prática, ela recebeu asfalto, foram construídos passeios, instalada iluminação em LED e, o que mais os moradores pediram, foi feita a drenagem do córrego.

Rua era cortada por um córrego (Foto: Valter Pontes/ Secom)

A entrega foi realizada pelo prefeito Bruno Reis e ele destacou outros investimentos feitos na região, além da requalificação da Rua Manoel Bonfim. O gestor lembrou que parte dos moradores que viviam em casas irregulares construídas ao lado do antigo canal serão transferidos para o Conjunto Habitacional da Baixa Fria II, um condomínio com 128 apartamentos que fica na mesma região.

Ele contou que o Município está aguardando a conclusão das ligações de energia para entregar as chaves. Esse foi o segundo Conjunto Habitacional construído na mesmo local. As residências antigas serão demolidas e a área será urbanizada com espaço para lazer e convivência.

“Foram construídas 400 unidades habitacionais, construímos também uma creche, uma unidade de saúde, e fizemos toda a urbanização dessa área que vem com obras de infraestrutura, cobrindo córregos e pavimentando ruas para evitar alagamentos. Foram investimentos expressivos que mudaram a realidade das pessoas que moram aqui. Elas viviam sem dignidade e agora passam a morar com muito mais qualidade de vida” afirmou o prefeito.

Ana Cláudia Barros, 25 anos, vive no bairro desde que nasceu. Na casa dela moram três crianças, e a dona de casa contou que os pequenos já ficaram doentes por conta da falta de saneamento básico.

“Isso aqui era um esgoto a céu aberto. Era horrível, sujo e com mau cheiro. Quando eles [prefeitura] disseram que iriam reforma a rua a gente acreditou desconfiando, pensamos que fosse conversa de político, mas que bom que fizeram o que prometeram. Para o que era antes, ficou ótimo. Agora, a gente vai dormir mais tranquila”, contou.

O investimento foi de R$ 1,7 milhão. O prefeito anunciou também que as equipes da prefeitura estão elaborando um plano de saneamento que vai mapear e identificar todos os córregos e canais da cidade. A intenção é listar os problemas e pensar soluções de engenharia.

Encosta
Antes de entregar a nova Rua Manoel Bonfim, Bruno Reis percorreu a região e conversou com alguns moradores. Uma queixa apresentada foi sobre uma encosta que fica ao lado da via. Ela está desprotegida e sempre que chove forte parte do barro desliza. Existem casas na área superior e outras no pé do morro. Uma lona preta tenta conter os deslizamentos, mas já está desgastada.

O prefeito anunciou que a fará a requalificação da encosta, e assinou a ordem de serviço para início imediato das obras. O titular da Superintendência de Obras Públicas de Salvador (Sucop), Orlando Castro, pasta responsável pelo serviço, explicou que, além da cortina de concreto, o local vai passar por drenagem, que serão 400 metros quadrados de área reformada, e que o prazo para conclusão da obra será de até seis meses.

“É uma obra muito importante porque vai trazer uma segurança muito grande para quem mora aqui, e vamos começar de imediato em função do período chuvoso que pode está chegando lá para abril ou maio”, disse.

O investimento será de R$ 600 mil. O diretor-geral da Defesa Civil de Salvador (Codesal), Sosthenes Macedo, contou que cerca de 50 famílias que vivem no entorno da encosta serão beneficiadas.

“Essa é uma área historicamente demandada pela população através do 199. Há o problema da drenagem da encosta e do deslizamento de terra. A cota superior conta com uma série de edificações com mais de um pavimento, o que remete a um risco elevado. Apontamos esse risco e a Sucop trouxe o projeto”, contou.

Moradores aplaudiram a iniciativa e cobraram a instalação de outros equipamentos, como área recreativa para as crianças e de atividade física para os adultos. O prefeito se comprometeu a atender também essa demanda.

Confira o que foi realizado na Rua Manoel Bonfim:

- Drenagem;

- Pavimentação com pista de acesso e realização de passeios e acessos às casas;

- Paisagismo, colocação de grama em diversos trechos e plantio de árvores perto da ponte;

- Instalação de novos postes de iluminação em LED e requalificação dos existentes;

- Implantação de ponte de acesso, com utilização de alvenaria de pedra e dispositivos de drenagem.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas