Escolas de Barreiras suspendem aulas presenciais após casos de covid-19

bahia
14.06.2022, 20:55:00
(Foto: Google Street View )

Escolas de Barreiras suspendem aulas presenciais após casos de covid-19

Duas escolas estaduais e duas da rede privada passaram a ter aulas virtuais

Quatro escolas da cidade de Barreiras, localizada no oeste da Bahia, tiveram suas aulas presenciais suspensas depois que alunos e funcionários testaram positivo para a covid-19. As unidades de ensino fazem parte das redes estadual e privada.

A Secretaria de Educação do Estado da Bahia (Sec-BA) informou que as aulas nos Colégios Estaduais El Shadai e Herculano Faria ocorrerão de forma remota, de 13 a 15 de junho. Em função do recesso junino, as aulas presenciais serão retomadas no dia 4 de julho. A Sec destacou que as escolas passarão por desinfecção.

Segundo a TV Oeste, os casos mais graves da covid-19 foram registrados nas unidades da rede particular. Em uma das escolas, pelo menos oito funcionários e mais de 20 alunos foram contaminados. Em outra unidade de ensino da rede privada, os alunos foram transferidos para aulas remotas por cinco dias.

Ao CORREIO, a Secretaria de Saúde de Barreiras informou que segue monitorando o quadro epidemiológico do município, que até o momento não apresenta aumento nas internações. A prefeitura ressaltou que se for necessário medidas adicionais serão tomadas para conter a disseminação do vírus. 

Em duas semanas, houve um aumento de 787% no número de casos ativos da covid-19 em Barreiras. O último boletim epidemiológico da cidade, publicado na segunda-feira (14), mostra que a cidade possui 260 casos ativos da doença, sendo que no dia 30 de maio o município tinha 33. A prefeitura informou que ainda não possui indicativo que mostre se a demanda nos hospitais aumentou. 

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas