'Estou colhendo o que plantei', diz Karol Conká em entrevista ao Mais Você

em alta
24.02.2021, 10:14:34
Atualizado: 24.02.2021, 11:06:15
(Foto: Reprodução)

'Estou colhendo o que plantei', diz Karol Conká em entrevista ao Mais Você

Cantora disse que 'gatilhos' foram responsáveis por postura dentro do reality

Perdão. Essa foi a palavra mais dita por Karol Conká durante a entrevista concedida a Ana Maria Braga no Mais Você desta quarta-feira (23). Poucas horas após deixar o confinamento do Big Brother Brasil 21 e se deparar com a rejeição "aqui fora", o cantora falou que se arrepende  das posturas adotadas na casa.

"A vilã que surgiu no programa não existe aqui fora, se não eu não teria conquistado tantas coisas. Mas eu sei que causei perturbação na casa e acabei fazendo os outros ficarem tristes. Estou colhendo o que plantei. Peço perdão", disse a ex-sister.

Karol disse que parte de suas atitudes no programa aconteceram por causa de alguns "gatilhos" que foram disparados durante o confinamento.

"Por exemplo: o Lucas, com algumas atitudes, o jeito de falar e ser, me lembrava bastante o meu pai. Claro que ele não tem nada a ver com isso e esses gatilhos também não justificam nada. Mas são problemas meus que ainda estou aprendendo a lidar", avaliou.

Veja mais: 5 motivos que justificam Karol Conká ter a maior rejeição da história do BBB

A ex-participante também contou que, ao sair da casa, teve vontade de falar com Nego Di, seu aliado durante o confinamento, mas recebeu a informação que ele estava chateado com ela. Ao assistir a entrevista do comediante ao Mais Você, onde ele se disse "usado" por Karol, ela retrucou.

"Aí, Di. Que horror, ein? Todos sabem que esse grupo começou com você e Projota. Eu e Lumena nos aproximamos atraídas pelo discurso deles. É injusto ele falar disso, mas entendo que não é fácil sair com essa pressão de rejeição", afirmou.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas