Estradas baianas têm redução de acidentes e mortes no feriadão

bahia
02.05.2018, 20:08:47

Estradas baianas têm redução de acidentes e mortes no feriadão

Rodovias estaduais e federais tiveram mais abordagens e condutores autuados

Foto: Almiro Lopes/Arquivo CORREIO

As estradas que cortam a Bahia registraram uma redução significativa no número de acidentes e mortes no feriadão do Dia do Trabalhador, embora o período analisado em relação ao ano passado tenha um dia a menos. Para a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a operação especial nas rodovias federais baianas compreendeu o período de 27 de abril a 1º de maio, em comparação com os quatro dias entre 28 de abril e o próprio feriado em 2017.

Segundo o órgão, a queda mais significativa foi no número de mortes, que caiu de 18, no feriadão do ano passado, para 7 casos este ano – 61% a menos. Já o número de feridos em acidentes nas BRs caiu de 78 para 56, ou seja, 28% a menos. A redução também foi observada na quantidade de acidentes graves, que tiveram redução de 24%, saindo de 17 em 2017 para 13 este ano. 

De acordo com a Polícia Militar, durante a Operação Dia do Trabalhador – que teve um dia a menos de mobilização que a PRF tanto no ano passado quanto este ano –, foram registrados nas rodovias estaduais um total de 18 acidentes, com 15 feridos leves, 6 graves e 3 vítimas fatais. 

Comparativamente, esses números apresentam uma redução de 45% (33 em 2017) em relação ao total de acidentes; queda de 21% no número de feridos leves (foram 19 no ano passado); 25% nos feridos considerados graves (8 no outro feriadão) e uma redução de 50% em vítimas fatais (6 em 2017).

Mais abordagens e autuações
A PRF e a PM informaram que houve incremento na fiscalização das estradas baianas e, por conta disso, o número de flagrantes e autuações também sofreu aumento significativo.

Nas rodovias federais, os destaques são para os casos de excesso de velocidade, alcoolemia e no transporte de crianças sem cadeirinha, bebê conforto ou assento de elevação. Do total de 7.317 veículos fiscalizados, 7.287 pessoas foram abordadas e fiscalizadas, sendo extraídas um total de 5.382 autuações, destacando-se 560 por ultrapassagens proibidas, além de 4.531 imagens de radar capturadas por veículos com excesso de velocidade.

Ainda conforme a PRF, apesar de todo o trabalho educativo, cresceu o número de condutores flagrados agindo com imprudência. A infração de excesso de velocidade foi a que apresentou maior crescimento. Em 2017, 1.744 condutores receberam notificações em razão desta infração, enquanto em 2018 foram 4.531 – aumento de 160%.

Também foi verificada maior ocorrência de motoristas fazendo uso de álcool na comparação com 2017, quando 39 pessoas foram autuadas. Agora, 47 motoristas foram notificados – 21% a mais.

Já nas rodovias estaduais foram contabilizadas abordagens a 11.804 pessoas e 4.880 veículos sendo realizados 2.933 autos de infração de trânsito (AIT), 28 remoções de veículos, 65 recolhimentos de Carteiras de Habilitação (CNH) e 9 recolhimentos de Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV). 

Também foram flagrados 5 condutores por consumo de álcool na direção de veículos com o uso do etilômetro e outros 25 condutores foram autuados pela recusa na realização do teste.

Crimes e prisões
Paralelamente à fiscalização de trânsito, a PRF informou que também realizou ações de combate ao crime, inibindo ações delituosas contra os usuários das rodovias. 

Em todo o estado, os policiais prenderam 32 pessoas por crimes diversos e recuperam 5 veículos adulterados, o que representou um aumento de 400% em relação a 2017.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas