Evento do CORREIO debaterá sexo tântrico, violência doméstica e empoderamento

salvador
15.03.2019, 20:25:00
Atualizado: 15.03.2019, 20:25:45

Evento do CORREIO debaterá sexo tântrico, violência doméstica e empoderamento

Gratuito, bate-papo será nesta quarta-feira (20), às 18h, no Salvador Shopping

Pela primeira vez a QuantA, coluna de Flavia Azevedo, sairá do papel. Nesta quarta-feira (20), às 18h, o CORREIO promoverá o evento Mulheres de 40 - Baianas retadas e o Universo da Representatividade Feminina, que será gratuito e acontecerá no Teatro Eva Herz, na Livraria Cultura do Salvador Shopping.

O encontro reunirá importantes figuras femininas da capital baiana. Além da colunista, que mediará o bate-papo, participarão do encontro a advogada Mariana Régis, especializada em Direito da Família e fundadora da Rede Nacional da Advogadas Familistas Feministas e Mediadora de Conflitos; a turismóloga e baiana de acarajé Elaine Michele Assis Cruz, filha de Dinha do Acarajé; a major Denice Santiago, idealizadora e comandante da Ronda Maria da Penha na Polícia Militar da Bahia; e a terapeuta tântrica Satta Prem.

Para garantir presença no evento, que é gratuito, basta acessar o link bit.ly/correio40 e preencher um formulário, com nome completo, e-mail e telefone para contato. Serão, ao todo, 204 vagas abertas ao público.

CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER

Mediadora do diálogo, que promete ser informal, a colunista Flavia Azevedo conta que realizar o evento é um desejo antigo e que será a oportunidade de estreitar os laços com seus leitores. "A coluna existe desde 2018 e foi crescendo, tendo muita repercussão. Temos leitoras com diferentes perfis. São negras, brancas, magras, gordas, periféricas e não periféricas, é diversidade. A gente foca muito nisso. Então, acabou gerando muitas conversas e enredos paralelos. Deu vontade de que isso virasse uma conversa ao vivo. Então, nasceu daí a ideia da QuantA ao Vivo que terá, agora, sua primeira edição", conta ela.

A colunista lembra, ainda, que embora a maioria do seu público seja composta por mulheres, os homens também são bem-vindos no evento.

"Não é uma mesa formal, vai ser um grande encontro de amigas, onde o público também vai conversar conosco. E os homens também podem e devem participar. Eles são parte importante nessa luta e têm muito a aprender também", completa.

Um dos temas que serão tratados na roda de conversa será a violência contra a mulher. Com tantos casos recentes de feminicídio e agressões em todo o país, a major Denice Santiago promete esclarecer dúvidas sobre violência doméstica e encorajar mulheres que passam por esse tipo de situação. 

"O feminicídio é uma tragédia anunciada e nós precisamos estar atentas. Ao falar em representatividade feminina, quero relatar a minha trajetória na PM-BA como componente da primeira turma até a criação e consolidação da ronda Maria da Penha. Indicar as violências que estamos susceptíveis pelo fato de sermos mulheres e estarmos em espaços de poder. Espero trazer também a experiência em detectarmos as violências desde o início, evitando permanecer em relacionamentos abusivos", explica.

Outros assuntos como prazer feminino, direito feminista e empreendedorismo estarão em pauta. Mariana Régis será responsável por tratar de temas como divisão de tarefas domésticos, como as mulheres lidam com divórcio e de que forma são tratadas pelo judiciário quando escolhem se separar - os diálogos terão, segundo conta ela, sempre uma perspectiva crítica e feminista.

 "É fundamental que nós, mulheres, estejamos reunidas, não apenas para falar sobre feminismo, mas sobre as vivências que atravessam nossas vidas. Vamos trazer relatos de experiências pessoais, mas com dimensão coletiva, porque pretendemos falar criticamente de determinados temas", conta a advogada, que ressalta a importância de eventos desta natureza.

"É importantíssima essa iniciativa, porque vai na contramão do que a cultura patriarcal define para nós, mulheres, que é que não compartilhemos com outras tudo aquilo que vivemos. Quando nós, mulheres, estamos juntas, fortalecemos umas às outras". 

Empreendedora, Elaine Michele Assis tratará de empreendedorismo feminino. Ela é filha de uma das mais famosas baianas de acarajé do mundo, Dinha, que morreu em 2008. "Quero contar toda a trajetória dos 75 anos do nosso ponto de acarajé, no Rio Vermelho, que é um tabuleiro passado de geração para geração, desde a minha bisavó. Eu tenho graduação em turismo e pós, mas gosto de ser conhecida como baiana de acarajé. Tenho muito orgulho da minha profissão. Somos conhecidos mundialmente e é um negócio tocado predominantemente por mulheres. Sempre levantamos essa bandeira, de que a mulher pode, sim, ser dona do seu negócio, ser bem sucedida", defende.

A noite também terá uma boa discussão sobre sexo. Sem tabu, sem repressão. A responsável por falar sobre isso será Satta Prem. Terapeuta tântrica, ele tenta fazer com que as mulheres encarem o tema com naturalidade.

"Cuidar da nossa sexualidade em uma sociedade ainda tão repressora e machista, é uma forma de romper com esse ciclo de dependência do outro e de desconexão com o nosso corpo. Sinto que este encontro será uma experiência de riquíssimas trocas. Tenho certeza que sairei uma mulher mais fortalecida e espero poder contribuir com as que escolherem estar conosco na noite do dia 20", explana ela.

Desfile
O encontro, que faz parte dos eventos comemorativos do aniversário de 40 anos do jornal, também contará com o desfile Representatividade Feminina nas décadas de 70, 80 e 90, sob a curadoria da editora de Conteúdo de Projetos do CORREIO, a jornalista Gabriela Cruz, e assinado pelo produtor de moda, aderecista e estilista Fagner Bispo que, desde 2015, faz o Afro Fashion Day, outro projeto da empresa de comunicação.

Para Gabriela, o desfile fará homenagens a momentos importantes para a história da mulher na sociedade. 

"O CORREIO está fazendo 40 anos, então, decidimos visitar essas últimas quatro décadas, principalmente nos anos 70, 80 e 90, que foram os que trouxeram grandes mudanças no comportamento feminino. Os anos 70 com o movimento Black Power, a Tropicália e a Era Disco, os anos 80 a gente traz o flúor e mostra como a mulher masculinizou seu jeito de vestir para ganhar espaço no mercado de trabalho, enquanto os anos 90 tem o minimalismo, o Grounge, a logomania, que é usar a marca bem grandona na roupa", conta ela, que ressalta que vestir também é uma forma de se expressar.

O desfile apresentará 30 looks, todos garimpados no próprio Salvador Shopping. “As peças do desfile são das novas coleções. Vamos trazer estas décadas só que em um contexto contemporâneo, fincado nos dias atuais”, explica o produtor de moda Fagner Bispo.

A apresentação contará com trilha sonora assinada por Ana Dumas, artista performática e produtora baiana.

Comemorações
Gerente de marketing, projetos e mídias digitais do CORREIO, Fábio Góes diz que é de fundamental importância que o jornal debata assuntos como o feminismo.

"Esse evento tem o propósito de reunir mulheres para que se fortaleçam como cidadãs, para fazer com que a sociedade reconheça cada vez mais o papel da mulher e que tenhamos, cada vez mais, uma sociedade justa e igualitária. O papel do CORREIO é promover esse debate e estar próximo da sua leitora, colocando luz em questões essenciais para que a gente desenvolva como sociedade", explica.

Góes diz ainda que a campanha de comemoração dos 40 anos do CORREIO escolherá um tema por mês para abordar e, por causa do Dia Internacional da Mulher, comemorado no dia 8 de março, as ações serão voltadas para o público feminino.

"Dedicamos o mês de março às mulheres e propusemos debater que mulher de 40 é essa. É uma mulher forte na sociedade, com papel preponderante na economia, na família, como liderança em todos os setores sociais. É de fundamental importância que o CORREIO ressalte o papel delas", completou.

Marta Sousa, coordenadora de marketing do CORREIO, acredita que o CORREIO tem obrigação de prestar esse serviço social ao seu leitor.

"Vivemos um momento em que as questões femininas estão em evidência e a maior parte delas é negativa, ligadas à violência, diminuição enquanto profissional. Temos noticiado muitos casos de violência contra a mulher, todos os dias. O CORREIO, enquanto jornal, não pode se isentar do seu papel social. Principalmente sabendo que a maioria de nossos leitores e de nossos funcionários, é de mulheres. Temos que nos reconhecer como fortes", endossa.

Realizado pelo jornal CORREIO, o Mulheres de 40 tem oferecimento do Bradesco, patrocínio do Hapvida e apoio de Vinci Airports, Fieb, Salvador Shopping, Unijorge, Claro, Itaipava Arena Fonte Nova, Sebrae e Santa Casa da Bahia.
 

Quem participa do bate-papo?

Flavia Azevedo (Foto: Divulgação)

Flavia Azevedo
É colunista do Jornal CORREIO desde 2018. Atualmente assina a coluna feminista QuantA, publicada às sextas-feiras nas versões impressa e digital do jornal, que é pioneira neste formato de afirmação e representatividade de mulheres na mídia tradicional. O espaço se tornou lugar de divulgação de serviços, discussão de temas e afirmação das conquistas femininas. Também assina uma outra coluna, que leva o seu nome, veiculada aos domingos apenas no site do CORREIO. Lá, traz artigos que já chegaram a pautar discussões nacionais. Flavia também é mãe de Leo, desde 2011.

Denice Santiago (Foto: Divulgação)

Denice Santiago Santos do Rosário
Negra, mãe de João Paulo, Major da PM-BA e componente da primeira turma de mulheres da PM-BA (sargento e de Oficial). Mestre em Desenvolvimento Territorial e Gestão Social pela Universidade Federal da Bahia (Ufba), pós-graduada em Gestão em Direitos Humanos pela Universidade do Estado da Bahia (Uneb), graduada em Psicologia pela Faculdade da Cidade, graduada em Segurança Pública pela Academia de Policia Militar/UNEB. É também idealizadora e comandante da Ronda Maria da Penha na PM-BA; além de idealizadora e fundadora do Centro Maria Felipa - núcleo de gênero da PM-BA, único no país. É vencedora do Diploma Mulher Cidadã Bertha Lutz 2017, concedido pelo Senado Federal, e do Prêmio Cláudia, na categoria Políticas Públicas 2017. Também é comendadora da Cidade de Salvador - Comenda Maria Quitéria e Comendadora do Estado da Bahia pela Assembleia Legislativa do Estado da Bahia.

Satta Prem (Foto: Divulgação)

Satta Prem
Mulher, filha, irmã, companheira, amiga e... gente. Por acaso, também é terapeuta tântrica, renascedora, instrutora de pompoarismo e, agora, mergulha em mais uma formação: terapia transpessoal sistêmica. O objetivo é cuidar ainda melhor de si mesma e do outro. Tem como propósito fazer da sexualidade saudável uma realidade para todos, sempre de forma natural, leve, transparente, bem humorada e sem tabu. 

Mariana Régis (Foto; Divulgação)

Mariana Régis
Advogada feminista especializada em Direito das Famílias, fundadora da Rede Nacional das Advogadas Familistas Feministas e Mediadora de Conflitos. Atualmente capacita profissionais/estudantes para o exercício da advocacia sensível às desigualdades e à violência de gênero. 

Elaine Michele Assis Cruz (Foto: Almiro Lopes/CORREIO)

Elaine Michele Assis Cruz
Formada em Turismo pela Universidade Salvador (Unifacs) e pós-graduada em Planejamento e Organização de Eventos pelo Centro de Pós Graduação Olga Mettig, é baiana de acarajé. Filha de Dinha, iniciou os trabalhos no tabuleiro aos 12 anos sob supervisão de sua mãe, mas sempre dando atenção aos estudos. Gerenciava os eventos da mãe pela Casa do Acarajé Ind e Com LTDA, empresa criada para administrar o Restaurante Casa da Dinha do Acarajé que funcionou até 2013 no bairro do Rio Vermelho. Atualmente, administra os pontos de acarajé da família juntamente com seu irmão nos bairros do Rio Vermelho e Costa Azul.

SERVIÇO
Mulheres de 40: bate-papo e desfile
Data: 20 de março de 2019
Local: Teatro Eva Herz, na Livraria Cultura do Salvador Shopping
Horário: 18h
Valor: Acesso gratuito
Inscrição prévia: Através do link bit.ly/correio40


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/e-preciso-buscar-novos-lugares-de-fazer-piada-defende-leandro-hassum/
Porém, nova comédia estrelada pelo ator reproduz velhos preconceitos
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/pitty-mistura-salsa-e-rock-em-novo-single-ouca-noite-inteira/
Canção conta ainda com participação especial de Lazzo Matumbi
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/humor-joiado-cearense-para-fazer-o-cinema-brasileiro-gargalhar/
Cine Holliúdy 2 - A Chibata Sideral mistura cearensês, alienígenas e Lampião, e fecha trilogia de sucesso popular
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/nostalgia-pura-netflix-divulga-trailer-da-terceira-temporada-de-stranger-things/
Com cenas inéditas, série mostra protagonistas mais velhos e novos personagens. A produção estreia no dia quatro de julho
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/la-furia-causa-nova-polemica-com-musica-e-comentario-machista-sobre-bettina/
Letra cita jovem que viralizou ao 'contar’ como ficou milionária aos 22 anos
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/veja-playlist-de-verao-do-projeto-mete-som/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/testemunhas-das-mortes-misteriosas-de-maragojipe-serao-ouvidas-nesta-quarta-20/
Vítimas foram assassinadas em três segundas-feiras seguidas, há sete meses
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/procon-quer-que-empiricus-explique-propaganda-e-fortuna-de-bettina/
Empresa tem 48 horas para apresentar documentos que compravam a veracidade do que foi anunciado, com a demonstração da evolução financeira da atriz/depoente
Ler Mais