Evento gratuito discute o futuro da mineração no país

sustentabilidade
08.01.2020, 10:20:12
Atualizado: 08.01.2020, 19:33:20
(Arisson Marinho/Arquivo CORREIO)

Evento gratuito discute o futuro da mineração no país

Ibram promove evento nesta quarta-feira (8), a partir das 13h30, em São Marcos

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Na cadeira que sentamos, no metrô que tomamos para ir ao trabalho e até no telefone. A mineração está por todos os lados e é justamente por isso que o Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram) decidiu organizar um evento para discutir o tema tanto entre especialistas quanto entre curiosos. 

O evento acontecerá nesta quarta-feira (8), a partir das 13h30, na sede da Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM), no bairro de São Marcos, e discutirá desde a importância da mineração à presença na rotina diária. Um smartphone, por exemplo, pode conter ouro, prata e platina. Mas, na avaliação de Antônio Carlos Tramm, presidente da Companhia, nem a presença do minério no cotidiano faz com que o tema seja devidamente discutido. 

“Mineração não é uma coisa muito discutida, porque pode ser importantíssima para o desenvolvimento. Estamos convidado todo mundo, empresários da área e os curiosos. Temos alguns assuntos que é preciso que todos discutam. Hoje, a mineração tem muitas curiosidades que vão além de Brumadinho. É muito mais do que isso", diz Tramm.

No evento, o presidente do Ibram, Flávio Penido, discutirá também o futuro da mineração e detalhes de processos como o funcionamento de barragens, impactos ambientais e sustentabilidade no setor. 

Também serão apresentados compromissos presentes numa carta que o o presidente da Ibram elaborou. Além de Penido, participarão da apresentação na CBPM o diretor de Relações Governamentais do Ibram, Rinaldo Mancin, e o Diretor de Relações com Associados e Municípios do Instituto, Alexandre Valadares.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas