Ex-BBB tentou se registrar como educador físico com diploma falso

Famosos
15.02.2017, 19:33:00
Atualizado: 15.02.2017, 19:39:00

Ex-BBB tentou se registrar como educador físico com diploma falso

Rodrigo Carvalho foi indiciado e admitiu ter comprado diploma. Apesar disso, segue trabalhando em academia

O ex-BBB Rodrigo Carvalho, 33 anos, tentou se registrar em março do ano passado no Conselho Regional de Educação Física (Cref) usando um diploma falso. A informação foi passada pelo presidente do Cref, Jovino Oliveira, ao G1. Depois de identificar a fraude, o órgão foi quem fez a denúncia contra Rodrigo, que gerou uma investigação e indiciamento do ex-brother em Goiânia. 

(Foto: TV Globo)

Oliveira afirmou que os formados em educação física vão ao Cref para se registrar. Rodrigo foi ao conselho com um diploma e documentos pessoais, mas quando o órgão foi checar as informações a Universidade Salgado de Oliveira (Universo) negou ter emitido o certificado. Rodrigo não estudou lá, segundo a instituição notificou o Cref.

"Ele agiu como uma pessoa normal, apresentou a documentação para fazer o registro, mas, como é de praxe, solicitamos a documentação da instituição de ensino para fazer a comparação. Porém, a universidade disse que ele nunca foi aluno lá ou frequentou qualquer aula", contou Oliveira.

Rodrigo foi ouvido na delegacia na sexta-feira (10) e confessou ter comprado o diploma. Ele foi liberado e vai responder em liberdade, mas pode ficar de 1 a 5 anos preso se for condenado. 

O ex-BBB mudou de advogado por falta de dinheiro. A reportagem não conseguiu localizar a defesa para comentar as acusações. Mesmo indiciado, Rodrigo segue trabalhando como estagiário na academia Body Gyn.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas