Ex-funcionários da Ford realizam manifestação em Camaçari e cobram pagamento de indenização

bahia
14.01.2022, 23:04:00
((Foto: reprodução/redes sociais))

Ex-funcionários da Ford realizam manifestação em Camaçari e cobram pagamento de indenização

Pista ficou bloqueada e pneus foram incendiados pelo grupo

Ex-funcionários de uma terceirizada da montadora de veículos Ford realizaram uma manifestação na manhã desta sexta-feira (14), na Via Parafuso, em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador. A pista ficou bloqueada e pneus foram incendiados pelo grupo. O protesto aconteceu porque o pagamento de indenização dos ex-funcionários das empresas parceiras da montadora ainda não foi feito.

De acordo com a TV Bahia, os acordos de indenização foram feitos pelo Sindicato dos Metalúrgicos da Bahia. A via foi liberada ainda durante a manhã, após o encerramento do protesto. 

Os manifestantes alegam que ex-funcionários de algumas das empresas parceiras da Ford não foram contemplados com as indenizações e eles cobram a Ford e o sindicato pela decisão. “Pais de família pararam a Via Parafuso hoje, em um protesto contra o Sindicato dos Metalúrgicos, da decisão que foi tomada por eles, na mesa de negociação. A decisão prejudicou mais de 1.500 pais de família”, disse um dos ex-funcionários à TV Bahia. 
 
A montadora afirmou que não irá se pronunciar sobre o ocorrido e que essa questão compete às empresas empregadoras. O sindicato, por sua vez, apoia os trabalhadores.

No dia 11 de janeiro, completou um ano desde o anúncio de que a Ford fecharia as fábricas que possuía no Brasil, incluindo a de Camaçari. Na época, a montadora explicou que a pandemia da covid-19 ampliou o subuso da capacidade manufatureira da empresa. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas