Ex-presidente da França, Nicolas Sarkozy fura fila da vacina para a covid-19

coronavírus
18.02.2021, 15:40:08
Atualizado: 18.02.2021, 15:43:52
(Martin Bureau/AFP)

Ex-presidente da França, Nicolas Sarkozy fura fila da vacina para a covid-19

Político tem apenas 66 anos e foi vacinado no mês passado em Paris

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O ex-presidente da França, Nicolas Sarkozy, de 66 anos, furou a fila e tomou a primeira dose da vacina contra a covid-19. O caso aconteceu no mês passado e foi divulgado nesta quinta-feira (18) pela revista "L'Express".

No país europeu, até o momento, estão sendo vacinados apenas os franceses com mais de 75 anos, profissionais da saúde e pessoas com comorbidades. Sarkozy foi vacinado no Hospital Militar de Percy, em Clamart, na periferia oeste de Paris.

A equipe do ex-presidente não quis comentar o caso. Sarkozy estava mantendo uma postura extremamente crítica contra a campanha de vacinação, acusando-a de ser lenta, além de ressaltar a falta de doses. 

De acordo com os últimos dados divulgados, a França já administrou 3.329.461 doses de vacinas contra a covid-19, com 923 mil pessoas já recebendo a segunda aplicação do imunizante.

Essa não é a primeira polêmica que Nicolas Sarkozy se envolve: ele está sendo investigado pela Procuradoria Nacional Financeira (PNF) por suspeita de "tráfico de influência" e "ocultação de crime ou delito", relacionadas às suas atividades de consultoria na Rússia.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas