Ex-prostituta anã revela que já teve 600 clientes, incluindo atores da Globo

em alta
22.09.2020, 09:00:36
Atualizado: 22.09.2020, 09:02:45
(Foto: Reprodução)

Ex-prostituta anã revela que já teve 600 clientes, incluindo atores da Globo

Jogadores de futebol também estão na lista de homens que contrataram seus serviços

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Conhecida como Dafne Anãzinha, a ex-garota de programa Lia Regina colecionou mais de 600 cientes durante a carreira, com atores da Globo e jogadores de futebol na lista. Aposentada, ela irá contar detalhes de sua trajetória em uma autobiografia que será lançada neste mês.

"A maioria me procurava para fetiches diferentes", revela a antiga meretriz em entrevista ao site Notícias da TV.

O que tornava ela atraente para os clientes era justamente o nanismo. "Os homens pagavam justamente pela minha deficiência", ressalta. Não à toa, a "anãzinha" começou a ser procurada por várias celebridades midiáticas que ela não pode identificar.

"Atores e jogadores de futebol que me contratavam eram extremamente lindos, pessoas que estão na mídia diariamente. Pessoas que eu nunca poderia imaginar estar na cama. Todos eram muito atenciosos. Até calcinha eu ganhei de um", relembra.

"Minha relação com eles era unicamente profissional, não tínhamos contato diário ou algo do tipo. Eu realizava as fantasias deles e pronto. Acredito que garotas de programa são as únicas a terem acesso a homens intocáveis", ressalta ela, que não se acanhava em cumprir os pedidos mais inusitados.

"A maioria me procurava para fetiches diferentes. Como, por exemplo, inversão de papéis, que é quando a mulher vira ativa e o homem o passivo. Eu não tinha relações sexuais com todos, alguns queriam só realizar fantasias, tipo me observar estourar balões, urinar na cara [deles], colocar comida dentro de mim e por aí vai", enumera Lia.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas