Exposição no Palacete das Artes exibe recriações das obras de Leonardo da Vinci

entretenimento
27.08.2019, 06:00:00
Thales coloca em prática diversas observações e ideias criadas por Da Vinci (Divulgação )

Exposição no Palacete das Artes exibe recriações das obras de Leonardo da Vinci

Com circuito interativo, Gênio dos Gênios abre as visitações nesta terça (27)

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Começa nesta terça (27), na Sala Contemporânea do Palacete das Artes, a mostra inédita O Gênio dos Gênios – Leonardo da Vinci, que resgata objetos contemplados  há 500 anos na Europa e em outras partes do mundo. As criações  do artista e cientista italiano agora aparecem em solo soteropolitano  pelas  mãos habilidosas do  engenheiro Thales de Azevedo Filho, 76 anos, que recria  com maestria  obras idealizadas por  Da Vinci (1452- 1519) há meio milênio. 

“Tudo começou quando era pequeno, porque em casa a gente consertava telhado, vazamento, parte elétrica, chuveiro... meus outros três irmãos faziam essas tarefas também”, explica Thales sobre o primeiro contato com a criação, estimulado pelo seu pai, o médico, historiador e professor Tales de Azevedo (1904-1995). 

Obra Paraquedas estará na exposição (Foto: Divulgação)

Com uma proposta intuitiva, crianças e adultos podem se misturar em um espaço totalmente interativo, com um guia, que pode ser baixado por um aplicativo. O guia traz a descrição da obra, sua função e como foi construída. Além disso, uma linha do tempo relaciona a história de Da Vinci com grandes marcos do mundo, e exibe sete pinturas famosas, entre elas a Mona Lisa,  impressas em linho e emolduradas.

Sobre sua relação com o pintor, o baiano lembra que as primeiras exposições que visitou de Leonardo foram fora do país, ainda na adolescência, e isso o inspirou a recriar os objetos, no início apenas por hobby.  “É preciso gerar um conhecimento intuitivo, não dedutivo. Ou seja, a intuição te faz descobrir as coisas, enquanto o estudo dedutivo é uma observação sobre algo que outra pessoa descobriu”, completou.

Projeto de Da Vinci batizado de Ponte (Foto: Divulgação)

Thales ainda defende que a mostra é a grande chance de apreciar ideias e observações do maior cientista da humanidade. “Você cria uma relação com o que vê, parecendo que ele está vivo ainda, afinal ainda tem muita coisa para ser pesquisada sobre ele”, afirma, acrescentando em tom de brincadeira: “Não tem para ninguém. Nem Einsten, nem Newton” .

Gênio dos Gênios - Leonardo da Vinci
O quê: Exposição Gênio dos Gênios - Leonardo da Vinci
Quando: Abertura nesta terça (27) às 19h. Visitação de terça a sexta, das 13h às 19h, e fins de semana e feriados das 14h às 18h. Aberta até 29 de setembro
Onde: Sala Contemporânea do Palacete das Artes (R. da Graça, 284, Graça)
Entrada gratuita  

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas