Fabricante de celulose mantém investimentos contra pandemia

donaldson gomes
26.03.2021, 05:35:00

Fabricante de celulose mantém investimentos contra pandemia


Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Sem medir esforços
A Suzano já investiu um total de R$ 75 milhões em medidas de combate à covid-19, englobando adequações físicas e estruturais nas operações e diversos investimentos em apoio à sociedade desde o ano passado. "O investimento extrapola a dezena de milhões de reais e é um gasto recorrente, não foi um aporte único e específico", conta o gerente executivo industrial da Unidade Mucuri (BA), Heverton Dias. Com a segunda onda, a empresa já renovou o acordo para manter por mais seis meses o hospital de campanha em Teixeira de Freitas, mas avisa que o compromisso pode ser estendido, se necessário. 

Plena carga
Heverton Dias diz que a pandemia mostrou a importância do setor de papel e celulose para a sociedade. Mucuri e as outras unidades da Suzano no Brasil operaram à plena carga, conta. "Nossos produtos impactam 2 bilhões de pessoas no mundo, então a permanência das operações é fundamental", diz. "Conseguimos tirar o máximo dos nossos ativos, de modo a entregar os produtos necessários. Isso tudo assegurando os postos de trabalho. Tivemos um papel importante na continuidade econômica da região", ressalta. 

Compra direta
O varejo de alimentos têm apostado alto na importação para aumentar a diversidade de produtos em oferta. A RedeMiX iniciou um projeto de importação própria, que trata desde valores, alfândega até logística de transporte. Pela compra direta com os países produtores, a redução dos custos do valor final pode chegar a 50%. Atualmente a rede possui mais de 500 itens de vários países do mundo nas prateleiras das oito lojas voltadas para o varejo. Outras sete são focadas no atacado. Segundo o diretor da RedeMiX, João Claúdio Nunes, o cenário é positivo para os clientes, que conseguem opções e preços melhores de produtos variados. Alguns deles, inacessíveis ao consumidor comum há até bem pouco tempo.

Mercado de trabalho
O ano de 2021 vem se mostrando um triste repeteco de 2020 em diversos aspectos econômicos. Se em relação ao PIB a expectativa é de um crescimento, mesmo que insuficiente para compensar a perda do ano passado, em relação ao mercado de trabalho, o cenário é o pior possível. A Confederação Nacional da Indústria (CNI) projeta uma taxa média de 14,6% no final deste ano, superior aos 13,5% observados na média de 2020.

Aliança
Associações  representativas da infraestrutura de  transportes do Brasil estão lançando hoje a Aliança para a Infraestrutura, um fórum permanente de discussões sobre temas de interesse comum. A ideia é que a iniciativa privada discuta a possibilidade de unificar posicionamentos e formas de agir. A Aliança para a Infraestrutura é uma iniciativa da Associação Brasileira de Concessionária de Rodovias (ABCR), Associação Brasileira dos Terminais Portuários (ABTP), da Associação Nacional das  Empresas  Administradoras  de  Aeroportos  (ANEAA)  e  da  Associação  Nacional dos  Transportadores Ferroviários (ANTF). 

Semana do consumidor
Na Semana do Consumidor, de 15 a 21 de março, as plataformas digitais dos shoppings baianos do Grupo JCPM – Salvador e Salvador Norte – cresceram na comparação com a mesma semana do mês anterior. O Salvador recebeu o dobro do volume de pedidos e 21% mais visitantes. Já o Salvador Norte quase quadruplicou o número de pedidos e teve 76% mais usuários. As plataformas dos centros de compras já contam com cerca de 150 lojas cadastradas.

Nuvem
A TIM se tornou a primeira do Brasil a anunciar a migração de 100% dos seus datacenters para a nuvem. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas