Falta de componentes eletrônicos compromete venda de carros novos

autos & etc
04.09.2021, 16:00:00

Falta de componentes eletrônicos compromete venda de carros novos

Confira como ficaram as vendas de agosto no mercado nacional e também na Bahia
Falta de semicondutores está atrasando a produção de veículos

A falta de componentes eletrônicos segue afetando a indústria automotiva. De acordo com dados da Fenabrave, entidade que reúne os revendedores de veículos zero-quilômetro, o desempenho na venda de automóveis e utilitários leves foi fraco em agosto.

Foram registrados 158.514 emplacamentos dessas duas categorias, o que representa queda em relação a julho (-2,39%) e redução ainda maior na comparação com o agosto do ano passado (-8,65%).

No acumulado dos primeiros oito meses do ano, o resultado ainda é positivo, com 1,33 milhão de veículos leves licenciados e crescimento de 20,7% em relação ao mesmo período de 2020.

A expectativa é que até final do ano o acumulado chegue a 2,1 milhões de automóveis e comerciais leves novos vendidos.

MERCADO BAIANO
Na Bahia também houve queda nos emplacamentos. Foram 5.799 automóveis e comerciais leves novos licenciados em agosto, volume 8,36% inferior ao de julho. Em relação ao mesmo mês de 2020, a queda foi de 4,93%.

DIVISÃO POR MARCAS NO BRASIL
A Fiat dominou o mercado nacional em agosto com 24,63% dos emplacamentos de automóveis e comerciais leves, o equivalente a 39.040 veículos. A Volkswagen (14,69%) ficou na segunda posição e, a Toyota (10,99%), em terceiro lugar.

A Hyundai (9,14%) fechou o oitavo mês em quarto e, a Jeep (8,55%), em quinto. Da sexta à décima posição ficaram: Chevrolet (5,65%), Renault (5,36%), Honda (5,09%), Nissan (3,04%) e Caoa Chery (2,98%).

MODELOS MAIS VENDIDOS
A Strada voltou à liderança em agosto com 9.111 unidades licenciadas. E a picape foi seguida por outros três modelos da Fiat: Argo (7.711), Mobi (7.538) e Toro (6.685).

Em quinto ficou o Jeep Compass (6.819), que foi seguido de perto pelo Hyundai HB20 (6.795), Jeep Renegade (6.710) e Volkswagen T-Cross (6.698). Fechando os dez primeiros aparecem Hyundai Creta (4.822) e Chevrolet S10 (4.798).

PREFERIDOS NA BAHIA
No estado, duas picapes da Fiat nas primeiras posições: Strada com 434 emplacamentos e Toro, com 396 unidades licenciadas em agosto. O Jeep Compass pela primeira vez ficou em terceiro lugar na Bahia, com 276 emplacamentos.

O Fiat Argo (264) ficou em quarto e, o Hyundai HB20 (258), em quinto. Da sexta à décima posição ficaram: Toyota Corolla Cross (252), Hyundai Creta (246), Fiat Mobi (223), Renault Kwid (222) e Toyota Hilux (208).

PICAPE CONFIRMADA
Como havíamos antecipado, a Ford confirmou a chegada da picape Maverick no Brasil no ano que vem.

O utilitário é importado do México e ficará posicionada abaixo da Ranger, concorrendo com a Fiat Toro e a nova Chevrolet Montana.

Produzida no México, nova picape da Ford chegará em 2022 ao Brasil

FORD EM FEIRA DE SANTANA
O Grupo Indiana, que representa a Ford na Bahia há mais de 40 anos, foi escolhido para representar a marca americana em Feira de Santana.A concessionária foi inaugurada na última quarta-feira na Avenida Presidente Dutra.

Com a Ford, o Grupo Indiana se destaca nas premiações Diamante e Chairman's Award. No total, são quase 90 troféus.

ROYAL ENFIELD EM SALVADOR
Com 120 anos e considerada a marca de motocicletas mais antiga em produção contínua no mundo, a Royal Enfield inaugurou sua primeira concessionária na Bahia.

Localizada na Avenida Manoel Dias da Silva, na Pituba, é a terceira representação da empresa no Nordeste e a 19ª no mercado brasileiro.

Atualmente, a Royal Enfield atua com quatro linhas no Brasil: Meteor, Interceptor, Continental GT e Himalayan.

A Himalayan é uma das principais motocicletas da Royal Enfield

SALÃO NO AUTÓDROMO
Depois de ser adiado por causa da pandemia, o Salão do Automóvel poderá voltar em 2022 em um novo espaço: o Autódromo de Interlagos.

Se acontecer, será em agosto, para não chocar com o GP Brasil de Fórmula 1.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas