Famosos se posicionam contra leilão da Fiol baseados em campanha fake

satélite
08.04.2021, 09:10:00

Famosos se posicionam contra leilão da Fiol baseados em campanha fake


Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um dia antes do leilão da Fiol, artistas e personalidades de destaque embarcaram ontem em uma campanha disseminada nas redes sociais contra a concessão da ferrovia e baseada em informações falsas ou incorretas. Na lista, estão globais como o novelista Walcyr Carrasco e as atrizes Patrícia Pillar e Tainá Müller, a produtora de cinema Paula Lavigne, o cantor Caetano Veloso e a atriz Laila Garin. A ofensiva surgiu a partir de uma postagem compartilhada por grupos ambientalistas, cujo teor é semelhante às fake news. A começar pela frase de abertura: “Uma tragédia ambiental se aproxima do Litoral Sul da Bahia. O leilão da FIOL  pretende liberar a concessão de uma ferrovia para explorar Minério de Ferro na Região”. 

Jogo dos erros
No entanto, a mina é situada em Caetité, no Sudoeste baiano, e não no Sul, como faz crer a postagem, e já está em plena atividade de exploração pela Bamin, com aval dos órgãos ambientais.

Ilusão de ótica
O outro dado incorreto da campanha contra o leilão é que ela tem como principal alvo o Porto Sul, mas a obra não faz parte do pacote de concessão da Fiol. Trata-se de outro projeto. Ao mesmo tempo, a ofensiva omite dois detalhes. Primeiro, o trecho da Fiol entre Caetité e Ilhéus está 80% concluído e com todas as licenças ambientais em dia. Segundo, a ferrovia reduzirá bastante a emissão de poluentes na atmosfera, já que toda a carga de minério de ferro da Bamin é transportada atualmente por caminhões, cujo impacto sobre  a natureza é bem maior.

De jeito nenhum
Sobre a nota “Soneto da delação”, publicada ontem, a defesa da desembargadora Maria do Socorro Barreto Santiago nega que a magistrada negocie delação, reforça que ela não participou de qualquer esquema  e nem conhece a organização criminosa investigada pela Faroeste. “Se a desembargadora tivesse algo a delatar estaria presa até o momento?”, indaga a defesa. “A situação em que ela se encontra é de violação aos direitos humanos e constitucionais. Não há qualquer justificativa plausível para mantê-la presa”, acrescenta.

Joio e trigo
O governador Rui Costa (PT) sinalizou a aliados próximos que pretende fazer a reforma administrativa no início de maio. Não deixou claro onde vai mexer, mas antecipou a intenção de realizar as mudanças no primeiro e segundo escalões do Palácio de Ondina com foco na montagem do tabuleiro para a disputa eleitoral de 2022. Caso a movimentação de Rui se confirme, será possível prever com quem o petista espera realmente contar no ano que vem.

Trio elétrico
É cada vez mais frequente e afinada a troca de figurinhas do presidente nacional do DEM, ACM Neto, com os dois grandes caciques do PDT, o ex-ministro Carlos Lupi e Ciro Gomes, pré-candidato ao Palácio do Planalto.

"Pelo que assistimos nos últimos dias, só podemos pensar que, no Brasil, alguns  realmente devem estar  confundindo grupo de risco para a covid-19 com ‘grupo de ricos’" - Fábio Vilas-Boas, secretário estadual da Saúde, ao criticar a aprovação da Câmara dos Deputados à proposta ‘fura-fila’, que permite a compra direta de vacinas contra o coronavírus por empresas privadas

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas