Farra dos comerciários: categoria aproveitou feriado em praias e clubes

salvador
18.10.2021, 22:21:00
Atualizado: 18.10.2021, 22:45:55
(Arisson Marinho/CORREIO)

Farra dos comerciários: categoria aproveitou feriado em praias e clubes

Sesc Piatã volta à tradição de promover evento com atrações para o dia da categoria

Sem agonia, na companhia dos parceiros e com churrasco na praia. Foi desse jeito que o comerciário Matheus Santos, 22 anos, passou esta segunda-feira (18), que é feriado para a sua categoria e permitiu aos profissionais uma volta à tradição de curtir a data sem tantas restrições como no ano passado, quando os índices da pandemia eram altos e ainda não havia vacina.

"Estamos fazendo a nossa resenha aqui na praia, já é mais que tradição. A gente tá se divertindo, é uma oportunidade única e todo feriado dos comerciários a gente tá aqui. É porque nós só temos esse tempo. Sem esse feriado não teria como juntar todo mundo", contou Matheus, que curtiu o dia inteiro em Piatã com outros 15 amigos que trabalham com ele no Atakarejo.

Um dia bem diferente do que foi a data no ano passado, quando eles não foram à praia e ficaram sem poder comemorar à moda antiga, segundo Matheus. "É, no último, não tivemos essa oportunidade, infelizmente. Cada um ficou em casa com a sua família", lembrou. Assim como o grupo de amigos, o Sesc Piatã, que promoveu evento virtual no dia dos comerciários em 2020, também voltou às raízes. Por lá, já é certo: se é feriado da classe, tem coisa diferente. Por isso, quem foi para o clube viu música ao vivo, espaço de cultura, torneio de futebol, jogos de salão e uma piscina que hipnotizava debaixo de um sol que não se escondeu do povo.

Matheus e amigos curtiram o feriado na praia (Foto: Arisson Marinho/CORREIO)

De volta ao lar

Ótimo para Leonardo Vasconcelos, 30, comerciário que, desde criança, quando era levado pelo pai ao clube, passa a data no Sesc Piatã, e pôde matar a saudade do lugar na companhia da família. "Tô curtindo real! Toda minha infância eu passei esse dia aqui com meus pais. E hoje tô podendo trazer minha esposa, meu filho e minha irmã com o filho dela. A casa tá muito bonita, organização super top, sem falar dos tira-gostos e da cervejinha gelada. É muito legal voltar a curtir essa data depois de ficar trancado em casa no ano passado", disse ele. 

Quem também aproveitou o clube foi Daniel Castro, 48, que foi ao local na companhia de três amigos de trabalho passar o dia só no lazer. "Na cervejinha de leve, tomando um banho de piscina e aproveitando a música ao vivo que começou agora. Não tem como ser melhor! Todo dia do comerciário eu venho, não perco não. Só no ano passado, a pandemia nos tirou muita coisa, inclusive esse evento. Aqui o clima é massa, bem organizado, com álcool em gel em todas as mesas, distância entre elas. Tá seguro e bom para aproveitar", garantiu o comerciário.

Sesc teve alta procura no feriado
Sesc teve alta procura no feriado (Arisson Marinho/CORREIO)
Sesc teve alta procura no feriado
Sesc teve alta procura no feriado (Arisson Marinho/CORREIO)
Sesc teve alta procura no feriado
Sesc teve alta procura no feriado (Arisson Marinho/CORREIO)
Sesc teve alta procura no feriado
Sesc teve alta procura no feriado (Arisson Marinho/CORREIO)
Sesc teve alta procura no feriado
Sesc teve alta procura no feriado (Arisson Marinho/CORREIO)
Sesc teve alta procura no feriado
Sesc teve alta procura no feriado (Arisson Marinho/CORREIO)

Já Elisângela dos Santos, 48, que também é comerciária, foi para o Sesc só com o filho e, como os outros, não teve o que reclamar em um dia de sol, banho de piscina e tranquilidade. "Passando o dia muito bem, aproveitando com meu filho aqui. Ele fica o tempo todo parado e, quando dá, tem que trazer pra se divertir. Tá bem tranquilo, só alegria, um 'solzão' digno de feriado. Ele não sai da piscina, eu também, os dois aproveitando a água. E eu tomando uma gelada porque tem que refrescar o corpo e a garganta também", disse Elisângela, aos risos.

Alta procura em Piatã

Além de Elisângela, Leonardo e Daniel, pelo menos, outras 800 pessoas passaram pelo clube até o início da tarde desta segunda, como afirma José Carlos Boulhosa, diretor regional do Sesc. Ele também fez questão de ressaltar que o local respeitou o limite máximo de pessoas de acordo com as restrições sanitárias em vigência. 

"O dia do comerciário é uma tradição aqui na unidade de Piatã, onde nós temos todos os anos uma homenagem à categoria. Hoje, temos uma programação para, no máximo, 1.200 pessoas com torneio de futebol, piscina, atividades infantis e atrações musicais que também são tradicionais. Ou seja, tem lazer para o comerciário e toda sua família", garantiu.

Sesc sediou até torneio de futebol dos comerciários  (Foto: Arisson Marinho/CORREIO)

Boulhosa também avaliou positivamente a procura dos associados na unidade de Piatã, que é a mais procurada da capital nesta data. "Dentro da possibilidade do momento, acho que foi uma procura boa, mesmo que seja um evento que ainda tem restrição. Tem sido satisfatório ver a alegria do pessoal, todo mundo fazendo as atividades e aproveitando o dia. O balanço é positivo e a volta à tradição é bem sucedida", concluiu.

*Com a orientação da chefe de reportagem Perla Ribeiro

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas