Fase 3 da vacinação consultará histórico de males do paciente para coibir fraudes

satélite
30.03.2021, 07:05:00

Fase 3 da vacinação consultará histórico de males do paciente para coibir fraudes


Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Para coibir eventuais fraudes na próxima fase da vacinação contra a covid em Salvador, voltada a pessoas com comorbidade de qualquer faixa etária, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) decidiu iniciar a imunização desse público a partir de pacientes cadastrados no SUS com histórico de males do grupo de risco para o coronavírus, tais como portadores de diabetes, doenças cardíacas e pulmonares, obesidade mórbida, imunodepressão, gestantes e mulheres em pós-parto - renais crônicos começaram a receber a dose ontem. Para o chefe da SMS, Leo Prates, a medida evitaria brechas,  ao menos na etapa inicial da chamada fase 3, para o uso de atestados fraudulentos com intuito de burlar a fila, já que o histórico do paciente no SUS serve como prova fidedigna de comorbidade.    

Conta e risco
Para os demais pacientes da próxima etapa, a ideia é abrir o sistema de vacinação para que cada médico com registro no Cremeb possa atestar oficialmente a comorbidade, assumindo o risco em hipótese de irregularidade.

Aviso prévio
A estratégia para evitar barrar ilegalidades na fase 3 vem sendo traçada em conjunto como o Ministério Público do Estado, após alertas feitos por técnico da Secretaria de Saúde sobre a probabilidade de fraudes com atestados médicos. Apesar de esforços do poder público e das entidades de classe para combater a prática, ela ainda é comum e pode ser ampliada diante da crise sanitária.

Tesourada na folha
Desde que assumiu a presidência da Assembleia Legislativa, há cerca de dois meses, o deputado estadual Adolfo Menezes cortou quase 200 cargos dos quadros da Casa, sendo grande parte do número composto por servidores nomeados via Reda. Ao mesmo tempo, Menezes determinou a revisão da maioria dos contratos da Assembleia, com vistas a reduzir, em média, 20% dos valores.

Vacina anticuia
O objetivo de Adolfo Menezes é o mesmo que o de presidente anterior, Nelson Leal (PP): terminar o mandato à frente da Assembleia sem recorrer à suplementação orçamentária do governo estadual, como fizeram os demais antecessores.

Riso largo
É alta a expectativa no Ministério da Infraestrutura para o leilão do primeiro da trecho da Fiol, previsto para quinta-feira da semana que vem. Na cúpula da pasta, não há dúvida de que o lote entre Caetité e Ilhéus será arrematado no dia 8, mais precisamente por um consórcio liderado pela Bamin, um das principais interessadas na ferrovia e apontada por fontes do mercado como candidata única à concessão.

Segundo trilho
Uma vez concluído o leilão da Fiol, o ministério vai concentrar esforços para qualificar, já na próxima reunião do Programa de Parceria de Investimentos (PPI), o projeto de construção de uma linha férrea para escoar a produção agrícola do Mato Grosso por Ilhéus. No caso, um braço de ferrovia entre Lucas do Rio Verde e Caetité.

Pílula
Ao avaliar o resultado da primeira pesquisa  do Instituto Paraná sobre a sucessão estadual de 2022, que apontou larga frente do ex-prefeito ACM Neto (DEM) sobre o senador Jaques Wagner (PT), cardeais da base do Palácio de Ondina passaram a se perguntar se a criatura será capaz de transferir votos ao criador. A dúvida se dá  porque isso nunca aconteceu nas disputas pelo governo baiano. Caso o governador Rui Costa devolva a Wagner o presente que recebeu  em 2014, vai conseguir um feito histórico.

"Muito triste o que aconteceu no Farol da Barra, um dos nossos  cartões postais virando cenário de guerra. Que Deus tenha piedade de nós" - Cacá Leão, deputado federal pelo PP da Bahia, ao comentar o episódio envolvendo a morte de um PM em surto e armado na orla

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas