Filho de Trump nega possibilidade de assumir embaixada em Brasília

brasil
18.07.2019, 17:29:00
(Foto: Politzoom)

Filho de Trump nega possibilidade de assumir embaixada em Brasília

Segundo O Globo, Eric Trump não tem interesse em ser embaixador

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Filho do presidente americano Donald Trump, Eric Trump negou o boato de que possa assumir o cargo de embaixador dos Estados Unidos no Brasil. A informação foi passada por Kimberly Benza, assistente e porta-voz do executivo, ao jornal O Globo.

Atualmente, Eric é vice-presidente executivo da Trump Organization, conglomerado construído por Donald Trump em décadas passadas. 

A informação sobre uma possível indicação de Eric à embaixada americana em Brasília surgiu horas depois de o

Presidente Jair Bolsonaro declarar que indicaria o filho Eduardo para a embaixada brasileira em Washington.

“Eric dirige a Trump Organization e está comprometido com o negócio. Apesar de o Brasil ser um país incrível, isso nada mais é do que um boato”, disse uma porta-voz ao jornal O Globo.

Eduardo Bolsonaro é deputado federal e tem atuado como articulador das relações internacionais do pai desde antes da posse, em janeiro.

Ele esteve presente em viagens de Bolsonaro a países como Israel, Estados Unidos e Argentina. Em dezembro do ano passado, organizou a Cúpula Conservadora das Américas, em Foz do Iguaçu (PR).

A indicação de Eduardo tem causado polêmica, e gerado discussões sobre um alegado nepotismo apontado por opositores de Bolsonaro, que pretende manter o nome do filho para o posto.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas