Filosofia Lean aplicada na logística do Home Care

artigo
01.04.2021, 05:11:00

Filosofia Lean aplicada na logística do Home Care


Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Home Care é uma modalidade de tratamento que proporciona cuidados em saúde realizados no domicílio do paciente.  Prestar serviços em saúde, de forma segura, nos lares das pessoas, implica uma complexa operação de logística para suprir medicamentos e materiais médicos específicos para cada paciente.

Nesse sentido, a logística tem um desafio de se manter em constante inovação, adotando soluções e estratégias inovadoras para buscar um alto nível de excelência operacional, sem impactar nos custos da operação. Para tanto, é preciso investir de forma contínua em pessoas, processos e tecnologia.
Para isso, temos a filosofia Lean como uma grande aliada que atua nessas três dimensões, focando na transformação de uma operação convencional em uma operação mais personalizada, enxuta e eficiente, através da mudança da mentalidade das pessoas para buscar uma nova forma de “gerar valor ao cliente”.

O Lean apresenta um aprendizado a cada etapa vivida, mostrando que chave das respostas é a  simplicidade das coisas: quanto menos burocrático, maior engajamento de pessoas e   surgimento de ideias. O pensamento Lean é um processo dinâmico, personalizado pelo conhecimento com foco no  “cliente”, visão sistêmica e contínua que agrega valor e elimina desperdício.

Quando empregado de forma gradativa e vivenciada no dia a dia, proporciona um melhor aproveitamento do todo e permite especificar valor sob a ótica do cliente, melhor sequência dos fluxos, atividades sem interrupção, produção puxada e o resultado de maior eficácia e ganhos na produtividade, custo, qualidade e satisfação do cliente.

O processo de mapeamento da cadeia de valor é um grande exemplo. Um exercício que permite a visualização detalhada de todos os passos do processo de trabalho, evidenciando desperdícios da superprodução e do processo intelectual, movimentos desnecessários que necessitam ser redesenhados para a entrega do valor do começo ao fim.

Todo esse ambiente de transformação facilita a transição cada vez mais intensa para o conceito da Logística 4.0, com adoção maior da automação e tecnologias no processo.   A S.O.S. Vida - empresa de home care que atua na Bahia, Sergipe e Distrito Federal – implementou mudanças na cadeia de distribuição de insumos farmacêuticos, aliando tecnologia e a otimização através do pensamento Lean e obteve excelentes resultados, reduzindo o tempo de processamento de 4h para 1h e o tempo de interrupção médio de 3h para 58 minutos.

Em tempos complexos e desafiadores como o que estamos vivendo, em meio a uma pandemia, os líderes precisam ampliar seus repertórios de atuação e atuarem como agentes ativos da mudança, promovendo a melhoria nas pessoas, processos e tecnologias.


Arauna Itaicy é  coordenadora de suprimentos e logística da S.O.S. Vida
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas