Friends, Gossip Girl e Um Maluco no Pedaço vão deixar a Netflix

variedades
24.12.2020, 11:09:00
(Divulgação)

Friends, Gossip Girl e Um Maluco no Pedaço vão deixar a Netflix

Todas as temporadas não estarão mais disponíveis a partir de 1º de janeiro

A Netflix anunciou na quarta-feira (23) que todas as temporadas de três séries populares vão deixar o catálogo do serviço de streaming a partir do dia 1º de janeiro: Friends, Um Maluco no Pedaço e Gossip Girl. O recado foi para quem está "maratonando" correr para ver tudo antes da virada do ano. 

"Obrigada por todas as risadas, fofocas e cafés. Eu tentei, gente. Mas só temos até o dia 31 de dezembro para rever 'Um Maluco no Pedaço', 'Gossip Girl' e 'Friends'", diz a mensagem postada pelo serviço no Twitter.

O motivo da retirada das produções é que elas pertencem à WarnerMedia, que terá os conteúdos exibidos pela HBO Max, plataforma que só deve chegar ao Brasil no ano que vem - por enquanto, temos apenas a HBO Go. As séries e filmes que não são produção da Netflix são licenciadas por contrato para que sejam disponibilizadas no serviço. Quando ele chega ao fim, pode ser renovado ou não. Com a chegada do novo serviço, a Warner não teve interesse em manter o contrato.

Além das três anunciadas ontem, a Netflix já tinha anunciado que Pretty Little Liars, também da Warner, deixou o catálogo. Se o mesmo for se repetir com outras produções do grupo, séries como Arrow, The Flash, Supergirl e Legends of Tomorrow podem ser as próximas a sair. Outras séries da Warner estão em serviços diferentes como Prime Video e Globoplay -  casos de Pretty Little Liars: The Perfectionists, Supernatural e Smallville, por exemplo.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas