Funcionários da Ford fazem nova manifestação pelo fim da fábrica na Bahia

salvador
13.01.2021, 10:44:17
Atualizado: 13.01.2021, 11:38:24
(Arisson Marinho/CORREIO)

Funcionários da Ford fazem nova manifestação pelo fim da fábrica na Bahia

Eles estão reunidos no Centro Administrativo da Bahia (CAB)

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Em mais um dia de luta à espera que a Ford reveja sua decisão de sair do Brasil, os funcionários da montadora protestam na manhã dessa quarta-feira (13) no Centro Administrativo da Bahia (CAB). A ação começou por volta das 9h e, às 9h30, sindicalistas, políticos e representantes de movimentos sociais discursavam em cima de um mini trio elétrico, em defesa dos trabalhadores. 

Na frente do trio, milhares de funcionários estavam presentes, a maioria usando a tradicional farda azul da empresa. Todos portavam a máscara, mas por causa da manhã ensolarada, alguns se aglomeravam embaixo dos poucos espaços de sombras existentes no CAB. 

(Foto: Arisson Marinho/CORREIO)

"Ontem a Ford já estava convocando trabalhadores para assinarem aviso prévio e eu pedi ao gerente para suspender isso, pois a gente ainda não tinha negociado valores de recisão. Infelizmente, a situação a cada dia se agrava mais e a Ford segue irredutível", lamentou em discurso o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Camaçari, Júlio Bonfim. 

Além dele, estão presentes representantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), os deputados estaduais Hilton Coelho e Olivia Santana e o deputado federal Pastor Sargento Isidório. "O governador Rui Costa não pode vir, mas pediu para transmitir solidariedade e disse que seu gabinete está aberto para conversar com vocês", disse Olivia. 

(Foto: Arisson Marinho/CORREIO)

Após o discurso, o grupo marchou em direção a Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), onde conversaram com o presidente da casa, o deputado estadual Nelson Leal. "Estamos fazendo várias ações de luta em defesa dos trabalhadores", garantiu Júlio.

(Foto: Arisson Marinho/CORREIO)

*com supervisão da subchefe de reportagem Monique Lobo

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas