Garota do tempo do 'Jornal Nacional' é alvo de racismo nas redes

TV
03.07.2015, 12:50:00
Atualizado: 03.07.2015, 18:10:29

Garota do tempo do 'Jornal Nacional' é alvo de racismo nas redes

Maria Júlia sofreu vários ataques no Facebook

A jornalista Maria Júlia Coutinho tem sofrido ataques racistas nas redes sociais. A garota do tempo do 'Jornal Nacional', que é chamada de Majú por William Bonner, recebeu várias mensagens preconceituosas na página oficial da atração na madrugada desta sexta-feira (3). Entre as postagens, alguns afirmam que ela só entrou no jornal por conta das "cotas".

O post na página do Jornal Nacional recebeu comentários racistas.
(Foto: Reprodução/TV Globo)

Outros a compararam com animal: "Alguém poderia jogar um biscoito para ela, logo?". "Não tenho TV colorida pra ficar olhando essa preta", postou um rapaz. Outros internautas trataram de sair em defesa de Maria Júlia e rebateram os comentários racistas.

"Aos racistas um aviso: internet não é terra sem lei e se vocês acham que podem destilar toda a podridão que existe no interior de vocês só porque usam fakes, estão enganados. Espero que vocês se ferrem muito", disse uma. "A moça é linda, inteligente e ganha bem mais do que vocês", escreveu outra. A jornalista ainda não se pronunciou sobre os ataques. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas