Garotos do Vitória enfrentam veteranos da Juazeirense pelo Baiano

e.c. vitória
29.01.2020, 06:30:00
Atualizado: 29.01.2020, 10:35:54
Eron será mais uma vez o camisa 9 do Leão (Letícia Martins / EC Vitória)

Garotos do Vitória enfrentam veteranos da Juazeirense pelo Baiano

Média de idade do rubro-negro é de 20 anos; do Cancão, é de 30

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Vitória defende nesta quarta-feira (29) duas invencibilidades importantes. A primeira, e mais impactante para o momento do clube, refere-se ao aumento da confiança da equipe neste início de temporada: o Leão não perdeu nenhuma das suas três partidas em 2020.

A segunda refere-se à história e à manutenção de uma freguesia. O rubro-negro nunca perdeu para a Juazeirense atuando em Salvador. São quatro vitórias do Leão e um empate como mandante.

O reencontro acontece no Barradão, a partir das 19h30, pela terceira rodada do Campeonato Baiano. O desafio do Vitória será manter as marcas já citadas utilizando o time de aspirantes.

No retrospecto geral, o rubro-negro jamais perdeu para o Cancão de Fogo. São sete vitórias do Leão, três empates e duas derrotas, ambas em Juazeiro.

O elenco comandado por Agnaldo Liz é muito jovem. A média de idade da provável equipe titular é de 20 anos. São três atletas abaixo dessa linha: Figueiredo, de 17, Carlos e Gabriel Santiago, de 19. Os mais velhos são Gabriel Bispo e Nickson, de 22 anos. O zagueiro Dedé, mais experiente da equipe com 24 anos, deve perder a vaga como titular para Carlos, recrutado do elenco principal.

Em comparação, na equipe titular do Cancão de Fogo a média de idade é de 30 anos. São três atletas acima da faixa dos 35 anos: o goleiro Milton, o volante Waguinho e o atacante Nino Guerreiro, todos com 36. O zagueiro Kanu tem 35.

O técnico Agnaldo Liz não poderá repetir a equipe que enfrentou Jacobina e Fluminense de Feira. Isso porque o goleiro Lucas Arcanjo foi chamado para integrar o grupo principal, comandado por Geninho - que perdeu Martín Rodríguez por lesão. João Pedro será o titular.

A outra mudança no time, envolvendo a saída de Dedé para entrada de Carlos, será por opção. O zagueiro de 19 anos deve ser titular ao lado de Nuno.

Agnaldo Liz vai para o Barradão com duas dúvidas. O lateral direito Wellisson não participou do treino de terça-feira (28) por estar gripado, de acordo com informação passada pela assessoria de comunicação rubro-negra. Se ele não se recuperar a tempo, o titular da posição será Marcelinho. Já o atacante Caíque Souza tem se queixado de dor no joelho e será avaliado antes da partida. Se não estiver em condições, será substituído por Negueba.

O Leão é o quarto colocado, empatado com Jacuipense, Bahia e Atlético, todos com quatro pontos. A Juazeirense está em sétimo lugar, com dois pontos.

O time titular do Vitória deve ter João Pedro; Wellisson, Carlos, Nuno e Léo; Gabriel Bispo, Figueiredo e Nickson; Gabriel Santiago, Eron e Caíque Souza (Negueba).

Um possível time da Juazeirense, treinada interinamente po Luiz Carlos Mendes devido à demissão de Vladimir de Jesus, tem Milton, Alex Travassos, Kanu, Júnior Gaúcho e Wendel; Waguinho, Iago e Clebson; Elcarlos, Nino Guerreiro e Douglas.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas