'Gosto estranho': mulher compra hambúrguer vencido há quase 10 anos

em alta
12.01.2022, 23:12:00
(Reprodução )

'Gosto estranho': mulher compra hambúrguer vencido há quase 10 anos

O produto foi comprado em uma supermercado na segunda-feira (10)

Uma mulher descobriu ter comprado um hambúrguer congelado vencido há cerca de 10 anos. Depois de sentir um gosto ruim ao comer o alimento, ela foi checar a validade e viu que datava 2012. O produto foi comprado em uma unidade do Dia Supermercado de Santos, no litoral de São Paulo, na segunda-feira (10).

A auxiliar de veterinária Izabela Amorim contou ao G1 que preparou o alimento para o jantar no mesmo dia e, ao comer, percebeu um "gosto estranho".  

"O cheiro não estava ruim, mas o hambúrguer estava se desfazendo. Acreditei que seria devido ao calor, por descongelar o produto". Quando verificou as datas de fabricação e de validade, se surpreendeu: constava que o produto foi fabricado em 25 de novembro de 2011 e que venceu em 25 de março de 2012.

Segundo a auxiliar, imediatamente ela procurou o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) da rede de supermercados. Porém, naquele horário não estava funcionando. No dia seguinte, ela foi atendida e informada que a empresa iria até a casa dela retirar o produto para análise. "Mas ainda não vieram", afirma.

Izabela garante que não quer apenas trocar o produto, pois considera um erro grave. "Acredito que possa haver sim erro de digitação, mas não anula o fato do produto estar com gosto ruim", avalia.

Além disso, ela registrou uma reclamação no Procon e disse que pretende acionar, também, a Vigilância Sanitária do município.

Em nota, o Grupo Dia afirmou que segue todas as regras de controle sanitário e acompanha permanentemente os processos de vigilância em suas lojas. A empresa lamenta o fato ocorrido e informa que está apurando o caso, se propondo a colaborar plenamente com as autoridades locais para o esclarecimento dos fatos.
 

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas