Governo consegue liminares que proíbem obstrução de rodovias em nove Estados

brasil
24.05.2018, 16:53:12
Atualizado: 24.05.2018, 16:55:50

Governo consegue liminares que proíbem obstrução de rodovias em nove Estados

Em um caso a AGU já solicitou o desbloqueio de rodovia estadual de Pernambuco

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O governo já conseguiu 14 decisões liminares, até momento, que proíbem a obstrução de rodovias federais em nove Estados e no Distrito Federal. Os caminhoneiros em greve contra alta do preço do diesel não poderão obstruir rodovias do Paraná, Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Goiás, Santa Catarina, Pernambuco, Paraíba, Rondônia, Distrito Federal e Rio Grande do Sul.

Segundo apurou o Estadão/Broadcast, o governo vai agilizar para que a lei seja cumprida e as rodovias desobstruídas. O assunto foi discutido nesta quinta-feira (24) em Brasília. Há uma pressão para que o processo de desbloqueio seja acelerado para evitar maiores problemas de abastecimento. 

A Advocacia-Geral da União (AGU) informou que obteve mais três liminares que proíbem a obstrução de rodovias federais. Outras 14 ações foram ajuizadas pelas procuradorias e aguardam decisões nos estados do Tocantins, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Goiás, Sergipe, Pará e São Paulo.

As 27 ações foram distribuídas em pedidos de reintegração de posse de rodovias federais ocupadas e interditos proibitórios, que é um mecanismo processual de defesa utilizado para impedir agressões iminentes que ameaçam a posse de alguém, além de pedidos mistos de interdito e reintegração de posse.

Em um caso a AGU já solicitou o desbloqueio de rodovia estadual de Pernambuco, atuação que foi necessária para evitar riscos ao funcionamento de serviço federal, como o do Aeroporto de Guararapes.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas