Governo deve dar reajuste de 5,67% para o Bolsa Família

brasil
30.04.2018, 19:20:16
Atualizado: 30.04.2018, 19:23:08
Governo deve dar reajuste de 5,67% para o Bolsa Família (Foto: EBC)

Governo deve dar reajuste de 5,67% para o Bolsa Família

Reajuste entra em vigor na folha do mês de julho

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O ministro do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame, confirmou ao jornal Estado de S.Paulo, que o reajuste no benefício médio do Bolsa Família será de 5,67%, acima da inflação do ano passado, que foi de 2,95%.

Segundo o ministro, o reajuste entra em vigor na folha do mês de julho. O impacto estimado para este ano é de R$ 684 milhões.

O presidente Michel Temer disse na tarde desta segunda-feira, 30, em pronunciamento divulgado no Twitter que o reajuste no benefício já estava autorizado, mas não especificou o porcentual

A equipe econômica preferia um reajuste apenas para repor a inflação de 2017, mas a ala política do governo defendeu um porcentual maior e saiu vitoriosa.

Com a decisão de dar aumento real aos beneficiários do Bolsa Família, os técnicos da área econômica terão agora que fazer os cálculos para acomodar o custo do reajuste dentro do Orçamento deste ano.

O principal obstáculo a um reajuste maior que a inflação era justamente o impacto sobre as despesas do governo, que já estão bloqueadas devido à possibilidade de frustração de receitas com a privatização da Eletrobras e também tem a limitação do teto de gastos.

O último reajuste do Bolsa Família foi anunciado em junho de 2016, logo após a posse do presidente Michel Temer, com aumento de 12,5%.

O Bolsa Família atende atualmente a 13,8 milhões de famílias com renda per capita até R$ 85,00 mensais, ou até R$ 170,00 mensais quando incluir crianças ou adolescentes até 17 anos. O Orçamento previsto para o programa é de R$ 28,2 bilhões.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas