Governo lança Operação Verão e quadruplica premiação por desempenho policial

bahia
13.10.2021, 18:45:00
Atualizado: 13.10.2021, 18:49:06
(Mateus Pereira/GOVBA)

Governo lança Operação Verão e quadruplica premiação por desempenho policial

Cerca de R$ 3 milhões em horas extras serão investidos na ação, que será realizada até fevereiro de 2022

3,5 mil policiais e bombeiros, ampliação de horas extra até onde for possível, reconhecimento facial e aumento das bonificações por desempenho em até 4x. Essas foram as palavra-chave ditas pelo governador da Bahia, Rui Costa, e o secretário de segurança pública do Estado, Ricardo Mandarino, no lançamento da Operação Verão.

Segundo o Governo, serão investidos R$3 milhões somente em horas extra. A operação tem início imediato e vai até 28 de fevereiro de 2022, com abrangência em 59 municípios do litoral baiano. Na cerimônia, Rui também entregou 40 viaturas para a Polícia Civil. Sobre o aumento nas premiações por desempenho, o Governador afirmou que as medidas serão publicadas, via decreto, na próxima sexta.

"Vamos multiplicar por 4 os valores das premiações por desempenho policial, como para a apreensão de armas. Toda vez em que se degradam as condições sociais e econômicas, aumentam os indicadores de violência. E, infelizmente, devido à medida desastrosa do Governo Federal, temos mais armas circulando e, por consequência, temos mais vidas humanas perdidas", disse Rui.

O policiamento será feito a pé, com o uso de cavalos, em viaturas de quatro e duas rodas (carros, quadricículos, bases móveis, e motocicletas), além de drones e aeronaves. Os bombeiros ampliarão os efetivos de mergulhadores, de combate a incêncio, de busca e salvamento e de atendimento pré-hospitalar. 

Além da operação, Rui anunciou que vai implantar câmeras de reconhecimento facial na Barra. "Esse mesmo equipamento, que previne crimes, chegará a 77 municípios baianos", disse Rui. Apesar do Governador se mostrar orgulhoso de ferramentas de inteligência artificial como o reconhecimento facial, especialistas em tecnologia e segurança pública discutem a real efetividade desses dispositivos, como o CORREIO mostrou em reportagem especial para o Agenda Bahia.

Rui Costa discursa durante lançamento da Operação Verão da SSP (Foto: Mateus Pereira/GOVBA)

Uma das mais tradicionais praias de Salvador, a Barra acumula episódios de violência nos últimos meses, principalmente no Porto, e o CORREIO vem mostrando as situações. No dia 16 de agosto deste ano, um casal em situação de rua que tinha um barraco no local foi atacado em um incêndio criminoso no Porto da Barra. Dias depois, homem e mulher morreram por conta das complicações causadas pelas queimaduras.

Já no dia 5 de setembro, um homem foi morto a tiros após um tiroteio em uma das ruas do Porto da Barra. Segundo a Polícia Civil, a vítima identificada como Rodrigo Cerqueira de Jesus era conhecido como Tosca e era suspeito de tráfico de drogas na região. A mãe de Rodrigo e outro homem, que não teve a identidade divulgada, também foram baleados na mesma ação, mas conseguiram sobreviver.  No dia seguinte, 6 de setembro, o corpo de um homem apareceu boiando no Porto. Ele tinha os pés amarrados. 

No dia 21 de setembro, um homem com problemas mentais apavorou quem decidiu curtir a praia do Porto da Barra. Com uma faca em mãos, ele invadiu a faixa de areia e ameaçou banhistas. A Guarda Civil Municipal (GCM), que tinha uma equipe atuando na segurança da região, foi chamada e conseguiu contornar a situação, mobilizando a pessoa.

Dias antes, um grupo de banhistas se envolveu em uma pancadaria generalizada nas areias da Praia da Barra. A confusão foi filmada por pessoas que passavam perto do local.

"Estamos aqui em mais uma ação do Governo do Estado para garantir mais segurança a baianos e turistas. É uma prioridade combater a violência", afirmou Ricardo Mandarino.

No evento, Rui aproveitou para declarar guerra às festas de paredão, a quem ele creditou como motivo de boa parte da violência no Estado por serem eventos que, segundo Rui, atraem muitas pessoas armadas e/ou consumindo bebidas alcoólicas. Com isso, Rui disse que as festas estão proibidas no Estado e, para as suas realizações, os produtores dos eventos precisam comunicar com antecedência às prefeituras locais e Polícia Militar para conseguir liberação.

Além do Governador e do titular da SSP, estiveram presentes na cerimônia diversos policiais civis e militares, além de bombeiros. A delegada-geral Heloísa Campos de Brito, o Comandante-Geral da PM, coronel Paulo Coutinho; e o Comandante do Corpo de Bombeiros, Cel. Adson Marchesine, estiveram na cerimônia.

Serão contempladas com viaturas as Coordenadorias Regionais de Polícia do Interior (Coorpins) dos seguintes municípios: Alagoinhas, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Brumado, Euclides da Cunha, Eunápolis, Guanambi, Ilhéus, Irecê, Itaberaba, Itapetinga, Jacobina, Jequié, Juazeiro, Paulo Afonso, Santa Maria da Vitória, Santo Amaro, Santo Antônio de Jesus, Senhor do Bonfim, Serrinha, Valença, Vitória da Conquista e Teixeira de Freitas. 

Além disso, há viaturas também para os departamentos de Inteligência Policial (DIP), de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) e de Planejamento, Administração e Finanças (Depaf), além de outra, blindada, para a Coordenação de Operações Especiais (COE). O valor total do investimento é de R$ 4,84 milhões.

Governo entregou 40 viaturas à Policia Civil. Todos os veículos são do modelo Ford Ranger e custaram quase R$4,9 milhões aos cofres públicos (Foto: MAteus Pereira/GovBA)

A Delegada-Geral da Polícia Civil da Bahia agradeceu ao governador Rui Costa e destacou a importância dos novos veículos nos trabalhos da Instituição, notadamente no interior da Bahia. "As viaturas vão impulsionar o trabalho operativo da Polícia Civil na parte de investigação policial. Elas foram pensadas para atender a dinâmica do terreno do interior do estado, por isso são viaturas altas, com uma grande capacidade de tráfego, para que possam atuar nas investigações nas cidades e também reforçar nosso departamento de combate à corrupção, fortalecendo as coordenações de roubo a banco e também a apuração em relação aos crimes de homicídio", declarou. 

Entre 2016 e 2021, já foram adquiridas pelo Governo do Estado 593 viaturas e substituídas outras 283, por intermédio de contratos de locação. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas