Governo pede suspensão de voos do Rio, de São Paulo e internacionais para a Bahia

salvador
18.03.2020, 13:09:13
Atualizado: 18.03.2020, 15:05:52
(Foto: Arisson Marinho/Arquivo CORREIO)

Governo pede suspensão de voos do Rio, de São Paulo e internacionais para a Bahia

Medida foi solicitada à Anvisa e à Anac

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O governo da Bahia solicitou à Agência Nacional da Aviação Civil (Anac) e à Agência Nacional da Vigilância Sanitária (Anvisa) que todos os voos internacionais, assim como os com origem ou destino de São Paulo e do Rio de Janeiro sejam suspensos no estado. A medida foi anunciada pelo governador Rui Costa, no início da tarde desta quarta-feira (18) e vale para todos os aeroportos da Bahia para evitar a disseminação do coronavírus. 

Segundo Rui, o pedido é de que a suspensão seja imediata, tão logo as agências federais autorizem.

“Estou solicitando formalmente, como fez o governador do Ceará (Camilo Santana), a suspensão de todos os voos para locais com contaminação comunitária, especificamente os voos internacionais e os para São Paulo e Rio de Janeiro, que são dois lugares que já tem, comprovadamente, transmissão comunitária”, afirmou, referindo-se aos casos de infecção em que o vírus já circula no local. 

O governador destacou que quem pode suspender os voos é o governo federal. “Mas estou assinando hoje uma solicitação para pedir em caráter emergencial. Boa parte da contaminação que recebemos foram, inicialmente, de pessoas que chegaram do exterior, e esses  últimos foram de pessoas que vieram do Rio e de São Paulo”. 

O CORREIO aguarda o posicionamento da Anvisa e da Anac. A Vinci Airports, que administra o aeoporto de Salvador, informou que não vai se posicionar sobre a solicitação. 

Mais informações em instantes

***

O CORREIO entende a preocupação diante da pandemia do novo coronavírus e que a necessidade de informação profissional nesse momento é vital para ajudar a população. Por isso, desde o dia 16 de março, decidimos abrir o conteúdo das reportagens relacionadas à pandemia também para não assinantes. O CORREIO está fazendo um serviço de excelência para te manter a par de todos os últimos acontecimentos com notícias bem apuradas da Bahia, Brasil e Mundo. Colabore para que isso continue sendo feito da melhor forma possível. Assine o jornal.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas