Gravação de desfile do Afro Fashion Day 2021 para estação do metrô; veja bastidores

correio afro
31.10.2021, 22:30:00
Ao todo, 47 modelos participaram da gravação do Afro Fashion Day 2021 (Nara Gentil)

Gravação de desfile do Afro Fashion Day 2021 para estação do metrô; veja bastidores

Gravação do desfile, que será lançado no Dia da Consciência Negra, aconteceu neste domingo (31) na estação Campo da Pólvora

O finalzinho do domingo foi diferente na estação Campo da Pólvora do Metrô de Salvador. Modelos correndo de um lado pro outro, estrutura de câmeras, produção e trocas de roupa  compuseram o cenário do local que virou passarela durante as gravações do desfile do Afro Fashion Day 2021. Foram 47 modelos de idades, corpos, histórias e caminhadas diferentes desfilando em cinco blocos que tiveram o Black Power como tema.

Para tudo acontecer, uma grande operação foi montada com alguns ajustes nos espaços de trânsito das pessoas dentro da estação,  backstage e camarim. A novidade chamou atenção do trio de amigos formado por Marcelo Santos, Alessandra Oliveira e Sophia Barbosa, todos estudantes de 15 anos. Eles iam em direção ao bairro de Pernambués, onde moram, quando viram a movimentação na estação de metrô e pararam para ver."É muita gente bonita junta, Deus é mais!", exclamou o animado Marcelo, enquanto os modelos posavam para algumas fotos em frente à catraca de acesso da estação.

 Não tem como negar, o metrô virou um pouquinho de Wakanda durante aquelas horas. ‘Prata da casa’, Allesi Falcão desfilou no Afro pela segunda vez e estava bem mais solto do que o modelo recém-descoberto que era no ano passado, quando foi encontrado pelo scouter Vivaldo Marques em Salinas das Margaridas, onde trabalhava como pescador.

Todo brilhoso, com o corpo banhado em glitter e tinta dourada, além de um look assinado pelo estilista Gefferson Vila Nova, Allesi afirmou estar feliz por participar novamente do evento que o revelou e, desta vez, estava curtindo mais o Afro. Reação que é fruto da maturidade após quase um ano posando para campanhas em todo o Brasil: “É um evento muito lindo, muito revelador. Hoje eu me sinto uma pessoa mais bonita, mais segura, me conheço melhor e o Afro Fashion Day abriu portas para isso”.

(Nara Gentil)
(Arisson Marinho)
(Arisson Marinho)
(Arisson Marinho)
(Nara Gentil)
(Nara Gentil)

O curador do Afro Fashion Day, Fagner Bispo, explicou que o público pode esperar muita ousadia e beleza no desfile deste ano, que foi gravado e será lançado no Dia da Consciência Negra, em 20 de novembro. De fato, o Black Power arrasou durante os cinco blocos e o evento retratou muitos temas caros ao povo preto, com leveza e close. A dança dos modelos, transformando a plataforma da estação numa pista de dança, foi muito significativa neste sentido.

Bispo diz que o desfile marca o grande dia do projeto, tão importante quando o lançamento do desfile gravado: “É hoje que mostramos o porquê de todos esses meses de trabalho. Temos contato com todo  mundo, colocamos as roupas e os modelos na passarela. É algo muito marcante”. Vale dizer que todos os modelos, produção e equipe de beleza  já estão  vacinados e fizeram testes para detecção de covid-19. 

A maratona de gravação começou bem cedo: desde as 8h, quando modelos e equipes de beleza chegaram para trançar cabelos, abrir o Black e iniciar a maquiagem. Depois, uma parada rápida para o almoço e todo mundo se deslocou para a estação, onde os trabalhos com os modelos foram até às 23h. 

A modelo Oda Taylor, 22, fez seu primeiro desfile no AFD. Mulher trans, a multiartista celebrou poder ocupar mais um espaço com seu trabalho e promete ao público um desfile inesquecível, inovador e muito preto. “É uma celebração a nossos corpos, nossos talentos. Além de abrir oportunidades e quebrar muros”, disse. 

Maquiador do Afro, Dino Neto falou para os modelos desfrutarem desse momento em que a pandemia, apesar de ainda existente, dá possibilidades de  ter contato com gente. Além da gravação do desfile, também foram feitas fotos com os modelos usando os looks das 36 marcas e estilistas que participaram desta edição do projeto.

O Afro Fashion Day é um projeto do jornal CORREIO com o patrocínio do Grupo Boticário, do Hapvida com apoio Institucional da Prefeitura Municipal de Salvador, Sebrae, apoio do Shopping Barra, Laboratório CLAB e CCR Metrô.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas