Hidroxicloroquina funciona em macacos, não em humanos, diz pesquisa

coronavírus
22.07.2020, 13:20:12
Atualizado: 22.07.2020, 13:23:14
(Foto: Reprodução)

Hidroxicloroquina funciona em macacos, não em humanos, diz pesquisa

'Nossos resultados não apoiam o uso do remédio como tratamento da covid-19', apontam cientistas

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um novo estudo feito com a hidroxicloroquina apontou que a substância apresenta algum efeito antiviral no organismo de macacos infectados com o novo coronavírus. Mas, ao ser testada em um modelo de vias aéreas humanos, o remédio não apresentou resultado.

Segundo a pesquisa, publicada nesta quarta-feira (22) pela revista Nature, "a hidroxicloroquina mostrou atividade antiviral em células renais do macaco verde africano, mas não em um modelo de epitélio das vias aéreas humanas reconstituído".

Nos testes com macacos, os cientistas afirmam ter usado diferentes estratégias, inclusive administrar a hidroxicloroquina em combinação com a azitromicina. Tanto o medicamento isolado, quanto combinado não teve resultado significativo nos primatas a ponto de ser considerado eficaz.

Já quando utilizada como profilaxia, a hidroxicloroquina não conferiu proteção contra a aquisição da infecção, dizem os pesquisadores.

"Nossos resultados não apoiam o uso de hidroxicloroquina, isoladamente ou em combinação com azitromicina, como tratamento antiviral para a covid-19 em humanos", escreveram os cientistas.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas