História do físico Stephen Hawking é contada no cinema

entretenimento
09.08.2014, 02:38:00

História do físico Stephen Hawking é contada no cinema

Aos 21 anos, o físico foi diagnosticado com esclerose lateral amiotrófica, mas não se entregou e é uma das mentes mais brilhantes que o mundo já viu; Assista ao trailer

Vida e trajetória do físico Stephen Hawking serão contadas no cinema. O filme 'The Theory of Everything' (A Teoria de Tudo), inspirado no livro de memórias escrito por Wilde (Travelling to Infinity: My Life with Stephen) chega às telas americanas em 7 de novembro. Embora ainda não tenha data definida para estrear no Brasil, já é possível conferir o trailler da produção, que tem direção de James Marsh e traz no elenco Eddie Redmayne (Os Miseráveis) e Felicity Jones (O Espetacular Homem-Aranha 2). Os dois interpretam o físico e sua esposa, Jane Wilde, com quem ele foi casado de 1965 a 1991. 

O longa, um drama romântico, mostra muito da história de Hawking na ciência, mas está mais focado em sua história de amor e como a doença esclerose lateral amiotrófica (ELA) alterou sua vida. O físico foi diagnosticado aos 21 anos, quando os médicos afirmaram que ele teria apenas dois anos de vida, por conta da gravidade da doença rara degenerativa, que paralisa todos os músculos do corpo, porém, não atinge as funções cerebrais.  

Nascido em 8 de janeiro de 1942, Stephen William Hawking é físico teórico e cosmólogo britânico. Um dos mais brilhantes e celebrados cientistas do mundo. Foi professor lucasiano de matemática, na Universidade de Cambridge, e hoje é professor lucasiano emérito, posto ocupado por nomes importantes como Isaac Newton, Paul Dirac e Charles Babbage. Também foi nomeado diretor de pesquisa do Departamento de Matemática Aplicada e Física Teórica (DAMTP) e fundador do Centro de Cosmologia Teórica (CTC) da Universidade de Cambridge. Em 1966, concluiu doutorado na Trinity Hall, sendo mais tarde eleito membro honorário.

Respeitada figura no campo da ciência e pesquisa, Hawking já foi homenageado no cinema e em seriados. No ano de 1993, por exemplo, teve participação em um episódio da série 'Star Trek: The Next Generation'. Na cena, por meio da tecnologia holograma, ele apareceu jogando cartas ao lado de Newton, Einstein e o personagem Data. Já em 1994, colocou a voz digital em 'Keep Talking', do disco do Pink Floyd, 'The Division Bell'.

Também fez participações nas animações 'The Simpsons', 'Futurama', 'Dexter's Laboratory', 'The Fairly OddParents', 'Family Guy' e no cartoon 'Dilbert'. Hawking apareceu, ainda, em uma  propaganda do Discovery Channel, intitulada 'Eu amo o Mundo'; no vídeo, ele diz a frase "Boom De Ya Da". E para coroar suas aparições culturais, em 2012, esteve em um episódio de 'The Big Bang Theory', em conversa com Sheldon Cooper, que comete um erro de cálculo e desmaia na frente do físico.

Veja o trailer

Reportagem iBahia
História do físico Stephen Hawking é contada no cinema

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas