'Hoje era matar ou morrer', vibra Daniel com triunfo do Bahia sobre Grêmio

e.c. bahia
26.11.2021, 21:09:00
Bahia comemora os gols do triunfo sobre o Grêmio, na Fonte Nova (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

'Hoje era matar ou morrer', vibra Daniel com triunfo do Bahia sobre Grêmio

Meia marcou um dos gols da vitória tricolor, na Fonte Nova

Depois de três jogos sem vencer, o Bahia reencontrou o caminho dos triunfos no momento certo. Na noite desta sexta-feira (26), o Esquadrão bateu o Grêmio por 3x1, na Fonte Nova, em confronto direto contra o rebaixamento, e saiu do Z4. 

Autor do último gol tricolor na partida, o meia Daniel vibrou bastante com o tento. Ele começou o confronto como opção no banco de reservas e entrou apenas no segundo tempo. Ele falou sobre a importância do resultado e do peso de carregar o número que foi de Bobô, um dos grandes ídolos da história do clube. 

"Triunfo importante. Estou muito feliz pelo gol, hoje era matar ou morrer - não digo que o Grêmio está rebaixado -, quem perdesse hoje ficaria num caminho muito complicado. Desde que eu cheguei aqui no Bahia nunca fui de marcar muitos gols, mas todos os gols foram decisivos. Tem toda a mística dessa camisa, ainda mais com esse número que [8] que foi do maior jogador do clube. Vou comemorar bastante, mas segunda-feira temos outra batalha importante", disse ele.

A vitória sobre o Grêmio fez o Bahia chegar aos 40 pontos. O tricolor igualou a pontuação do Juventude, mas ultrapassou o alviverde pois leva vantagem no número de triunfos (10 a 9). 

O próximo compromisso do Bahia será na segunda-feira (29). O Esquadrão enfrenta o Atlético-GO, às 19h, no estádio Antônio Accioly, em Goiânia, pela 35ª rodada do Brasileirão. 

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas