Homem de 62 anos morre afogado na praia da Ribeira

salvador
14.01.2020, 17:39:00
Atualizado: 14.01.2020, 17:50:02

Homem de 62 anos morre afogado na praia da Ribeira

Há suspeita de que ele tenha passado mal enquanto nadava

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um idoso de 62 anos morreu afogado depois de entrar no mar da Ribeira, em Salvador, no início da tarde desta terça-feira (14). A vítima, que não teve o nome divulgado, foi retirada da água por outros banhistas e atendida por equipes do Salvar, Graer e Samu, mas não resistiu. Existe a suspeita de que ele tenha tido um mal súbito.

Segundo a comandante em exercício do Grupamento Salvar do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBMBA), Keila Macário, quando as equipes chegaram o homem já tinha sido retirado do mar e estava recebendo os primeiros socorros de outros banhistas. Familiares contaram que ele tinha problemas cardíacos e, por isso, existe a suspeita de que o idoso tenha passado mal enquanto estava no mar.  

“Os populares informaram que não tinham tirado ele da água antes porque acharam que ele estava boiando, então, a gente não sabe o momento exato em que aconteceu o afogamento ou infarto. Quando a guarnição chegou vítima já estava sendo atendida por populares na areia, e apresentava parada cardiorrespiratória”, contou a major.

Os bombeiros usaram um desfibrilador para tentar reanimar a vítima, mas não tiveram sucesso. Equipes do Grupamento Aéreo da Polícia Militar (Graer) e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegaram, em seguida, e tentaram ajudar na ressuscitação, mas o idoso não resistiu.

O caso aconteceu na avenida Beira Mar, nas imediações do bar Cantinho da Telma. A perícia vai determinar se o idoso foi vítima de um mal súbito ou de um afogamento, mas os bombeiros reforçaram a necessidade de se ter atenção ao entrar no mar. Turistas e moradores devem evitar áreas de risco e locais com muita profundidade, mesmo em praias com mar tranquilo, como a da Ribeira.

Ainda não informações sobre local e horário do sepultamento.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas