Homem é morto em frente a lava-jato próximo à Estação da Lapa

salvador
06.03.2017, 15:34:00
Atualizado: 06.03.2017, 17:06:58

Homem é morto em frente a lava-jato próximo à Estação da Lapa

De acordo com a Central de Polícia, o crime ocorreu por volta do meio-dia desta segunda-feira (6). Em frente ao local do crime funciona um lava-jato

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Funcionário de lava-jato limpa o sangue do local do crime (Foto: Hilza Cordeiro/CORREIO)

Um homem não identificado foi morto a tiros na entrada da Rua Monsenhor Rubens Mesquita, que dá acesso ao bairro do Tororó, próximo à Estação da Lapa, numa invasão conhecida como Portelinha. De acordo com a Central de Polícia, o crime ocorreu por volta do meio-dia desta segunda-feira (6). Segundo a Polícia Civil, o homem que aparentava ter 25 anos foi encontrado vestido apenas cueca. Ele foi atingido com seis disparos em diversas partes do corpo, incluindo cabeça, tórax e costas.

Os moradores informaram à polícia que a vítima costumava praticar assaltos na região e que provavelmente foi morta por traficantes da área. Em frente ao local onde o homem foi encontrado, funciona um lava-jato. O corpo foi removido pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT) e, por volta das 14h, um funcionário do estabelecimento ainda fazia a limpeza do sangue utilizando um equipamento de lavagem. Na rua, os moradores disseram que não conheciam a vítima. "Eu não vi a hora, apenas ouvi quatro tiros. Não conhecia ele", disse um morador que não quis se identificar.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas