Homem invade mercado, atira em mulher e mata criança na Bahia

bahia
03.01.2020, 16:11:00
Atualizado: 03.01.2020, 17:29:22

Homem invade mercado, atira em mulher e mata criança na Bahia

Caso aconteceu em Uauá, no Nordeste do estado; cidade está de luto

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um homem abriu fogo dentro de um mercado, matou uma criança e deixou uma mulher ferida na manhã desta sexta-feira (3), no município de Uauá, no Nordeste baiano. O alvo do ataque era a operadora de caixa do estabelecimento Daniela Matos, 31 anos. Na fuga, Naelson Dias França morreu durante confronto com policiais.

Segundo o delegado Barcos Zaíra, da Delegacia de Sobradinho e responsável pela investigação do caso, Naelson chegou ao estabelecimento no meio da manhã armado com um revólver calibre 38. Ele estava em busca de Daniela. A mulher estava trabalhando no momento do crime.

"Ele abriu fogo dentro do mercadinho e conseguiu balear a moça, mas acabou atingindo também uma criança. Logo depois, ele tentou fugir. Foi quando trocou tiros com os policiais e acabou morrendo", explicou o delegado.

Ainda de acordo com o delegado, o atirador também morava em Uauá, que está de luto por conta da morte de Taiane Alves da Silva, de apenas 8 anos. "Ainda não falei com a família dele nem com a família dela, por isso, não tenho os detalhes sobre a motivação do crime. Todos serão ouvidos nos próximos dias”, afirmou.

Mais cedo, o delegado contou ao CORREIO que o atirador era ex-namorado de Daniela, mas a polícia descobriu depois que os dois nunca tiveram um relacionamento. Naelson estava interessado na moça, mas não era correspondido. 

Bala perdida
O delegado conversou com a mãe de Taiane, com quem tinha ido ao mercado fazer compras. “Elas estavam fazendo uma feirinha e não tinha nada a ver com a confusão. Elas não conhecem o atirador e não tem parentesco com a moça que foi baleado”, disse o delegado.

A polícia ainda não sabe em que parte do corpo Daniela foi atingida, mas afirmou que ela foi socorrida por moradores para o Hospital de Urgência e Trauma de Petrolina (PE), na divisa com Juazeiro. O estado de saúde dela não foi divulgado.

O crime é o principal assunto da cidade nesta sexta-feira. Isso porque tanto o atirador como as duas vítimas moram no município. Naelson estava sem documentação e a polícia informou que, por isso, ainda não tem mais detalhes sobre ele. Os investigadores aguardam melhoria no quadro de saúde de Daniela para poder ouvir os familiares da moça.

Em nota, a Polícia Militar informou que o crime aconteceu na área comercial do município e que Naelson fugiu do local em uma motocicleta. Ele estava no distrito de Vitorino quando foi localizado pelos policiais da 45ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/ Curaça), e resistiu à prisão. Houve confronto, e o homem morreu depois de ser baleado.

O caso foi registrado na Delegacia de Juazeiro, no Vale do São Francisco, mas o delegado responsável responde também pela unidade de Sobradinho que fica na mesma região. Segundo o Departamento de Polícia Técnida (DPT), o corpo de Taiane permanece no Instituto Médico Legal de Juazeiro, de onde deve ser liberado para sepultamento após perícia.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas