Horóscopo de sábado: entre a exaustão e o colapso

oscar quiroga
17.04.2021, 05:00:00

Horóscopo de sábado: entre a exaustão e o colapso


Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Data estelar: Marte e Júpiter em trígono; Lua Vazia das 12h04 até 16h26 HB, quando ingressa em Câncer.

A exaustão está cobrando seu imposto a toda nossa humanidade. Me perguntam, como a Astrologia não previu a pandemia? Em primeiro lugar, e a despeito da demanda, Astrologia não é um sistema de adivinhação, mas de coordenação das atividades celestes e terrestres para promover a melhor coreografia de acontecimentos. Em segundo lugar, e pelo exercício de futurologia inerente a esse trabalho, a Astrologia, ou pelo menos alguns astrólogos, conversamos sobre o fim do mundo econômico como o conhecemos desde a década de 90. Impossível saber de que forma isso aconteceria. Veio o atentado às Torres Gêmeas, o problema de 2008 e, agora, a pandemia, tudo para deixar claro que os sistemas de governos estão em colapso, incapazes de atender aos cidadãos.

ÁRIES: Para que aconteça o que você deseja, muitas manobras difíceis precisarão ser postas em marcha, sem garantia de darem os resultados pretendidos. Tenha isso em mente quando começar a jogar esse jogo complicado.

TOURO: Apesar de o cenário não ser sequer parecido com o que você desejava, mesmo assim, se você seguir em frente com a cabeça erguida, verá que as coisas se acertam e que tudo é bom, apesar de diferente. Em frente.

GÊMEOS: Vingança é uma palavra assustadora, cheia de reprovações morais. Porém, a alma é pagã e quer dar o troco à altura de cada constrangimento experimentado. O dilema não é fazer ou não fazer, mas como fazer, só isso.

CÂNCER: As críticas voarão de um lado a outro como flechas envenenadas, mas nenhuma atingirá você mortalmente, apenas ferindo e desgastando. Este é um momento em que sua alma precisa seguir em frente a despeito de tudo e todos.

LEÃO: Sem agora não pode haver futuro. Por isso, mesmo que o futuro seja mais desejável e atraente do que tudo que você precisa fazer agora, é fundamental que sua mente se foque no que precisa ser completado neste momento.

VIRGEM: Quando a vida aperta, todas as vulnerabilidades se apresentam ao mesmo tempo, dando a impressão de que você não dará conta do recado. Porém, a vida continua e você, não apenas dá conta do recado, como muito mais ainda.

LIBRA: Aquilo que afeta as pessoas com que você se relaciona, afeta você também. Por isso, não será perda de tempo você se aproximar delas e fazer o possível para lhes brindar com apoio e ajuda. Isso resolverá muita coisa.

ESCORPIÃO: Há momentos, como agora, em que, apesar de sua urgência interior de expressão criativa, o cenário não ajuda nem um pouco a esse processo, muito pelo contrário, até atrapalha e impede. Vale a pena esperar.

SAGITÁRIO: Os desejos são sempre legítimos, são forças cósmicas sobre as quais uma boa parte do destino humano é construído. Por isso, se dispa de todos os pudores e siga em frente, porque o destino é seu, somente seu.

CAPRICÓRNIO: Continue em frente, justamente porque você está nessa parte do caminho em que todo o esforço anterior parece ter sido desperdiçado. Não foi! Continue em frente, porque tudo irá se acertando ao longo do tempo.

AQUÁRIO: A questão não é simples, pois, nada se resolve entre chutar o balde ou manter a ordem. A questão é mais complexa, porque o emaranhado de vínculos sociais comporta muitos paradoxos e tudo precisa ser considerado.

PEIXES: Sustos a vida dará o tempo inteiro, junto com tudo que entusiasma também. É hora de aceitar que o cenário do destino humano é misturado, e que a sabedoria resulta de saber administrar esse angu da melhor forma possível.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas