Hospital da Fonte Nova batiza UTI com nome de ex-Vitória morto na tragédia da Chape

salvador
12.06.2020, 18:30:03
Atualizado: 12.06.2020, 18:44:55

Hospital da Fonte Nova batiza UTI com nome de ex-Vitória morto na tragédia da Chape

Cria da base rubro-negra, Arthur Maia é 2º homenageado em unidade de campanha

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Foto: Rafael Martins/Arquivo CORREIO

O maior hospital de campanha da Bahia dedicado a pacientes com diagnóstico de coronavírus (covid-19), a Arena Fonte Nova, batizou nesta sexta-feira (12), uma UTI com o nome de Arthur Brasiliano Maia, cria da base do Esporte Clube Vitória que faleceu na tragédia com o avião da Chapecoense, em 2016.

Segundo o governo, a homenagem ao jogador é uma forma de inspirar profissionais de saúde e pacientes internados, de que o tradicional palco do futebol, também é um local com histórias de superação e conquistas.

De acordo com o secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, “além das quatro alas de Terapia Intensiva, que totalizam 100 leitos de UTI, também vamos homenagear ex-atletas nas enfermarias”, afirma o secretário.

Arthur Brasiliano Maia (Arthur Maia) era um atleta de muita habilidade, que nasceu em Maceió e ainda garoto veio para o Vitória com dez anos de idade.

Considerado uma jóia, destaque da divisão de base, com 18 anos já estava entre os profissionais, promovido ao grupo principal. Foi campeão baiano em 2010 e 2016, e ganhou a Copa do Brasil Sub-20 de 2012, sendo eleito o melhor jogador.

Defendeu ainda o Joinville (SC) e o América (RN) e teve uma boa passagem pelo Flamengo (2014/15) antes de se transferir para o Kawasaki Frontale do Japão. Seu último clube foi a Chapecoense (SC), emprestado pelo Vitória no ano de 2016, e faleceu no dia 29 de novembro daquele ano quando o avião que conduzia a delegação do time catarinense caiu na cidade de La Unión, próximo a Medellin, na Colômbia. Nasceu no dia 13 de outubro de 1992 em Maceió.

Outro craque que já tinha sido homenageado pelo Hospital Arena Fonte Nova foi Élcio Nogueira da Silva (Sapatão), que jogou no Esporte Clube Bahia.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas